Excesso de velocidade de motoristas coloca em risco operários da SC-445

Desde que foi liberada as obras de revitalização da SC-445, Rodovia Paulino Búrigo, o excesso de velocidade dos veículos tem sido um problema, para pedestres e principalmente para os operários que estão realizando o trabalho na pista.

O Comandante do posto da Polícia Militar Rodoviária de Içara, Anísio de Sousa Fraga, relata que o limite de velocidade na rodovia continua sendo 80 km/h, porém, agora a atenção precisa ser redobrada. “Até o momento não houve registro de acidentes graves, mas sim colisões traseiras devido à falta de atenção e impaciência dos condutores, que querem sair das filas”, destaca.

Para alertar sobre as obras e na tentativa de diminuir a velocidade dos condutores, a Agência de Desenvolvimento Regional (SDR), responsável pela revitalização tem espalhado sinalizações pelo trecho.  “Possuímos toda a sinalização necessária, mas infelizmente não está sendo respeitada. Pedimos mais cuidado, pois como a camada asfáltica é nova, ainda não possuem faixas de pedestres”, informa o engenheiro supervisor das obras, Clovis Antônio Bozzano.

Rotas alternativas estão sendo pouco exploradas

Além disso, Bozzano alega que os motoristas não estão contribuindo com o pedido de utilizarem as rotas alternativas para diminuir o fluxo na rodovia. “Pedimos que os condutores colaborem, sempre que possível, utilizando outros caminhos para chegar até Criciúma. Seja por Morro da Fumaça, pela Via Rápida ou ainda pela Rodovia Luiz Rosso, para que possamos evitar congestionamentos”, solicita o supervisor.

Sobre a obra

Os trabalhos estão no prazo previsto. A primeira etapa de reposição dos acostamentos serão finalizadas até esta sexta-feira, 6, e conclusão da obra para o final de junho. “Terminaremos a parte do trevo do Giassi (somente referência) no final desta semana e iniciaremos a segunda capa de rolamento na segunda-feira”, garante.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.