Câmara de Vereadores de Criciúma suspende concurso público

Instituto contratado está impossibilitado judicialmente de exercer

Por meio de nota oficial a Câmara Municipal de Criciúma informou a suspensão do concurso público anunciado oficialmente na última quinta-feira, dia 9. O motivo é a impossibilidade judicial de exercer a realização dos trabalhos por parte da contratada, Instituto O Barriga Verde (IOBV), localizado em Taío, na região do Alto Vale do Itajaí.

Assim como o legislativo, o instituto também se manifestou sobre o ocorrido, confira a nota da contratada:

O Instituto o Barriga Verde, comunica que está cumprindo os mandados judiciais números 310018895251 e 310019049899 oriundos da Comarca de Taió, e estão suspensas temporariamente todas as suas atividades em andamento.

Trata-se de processo que tramita em segredo de justiça, referindo-se a pedido de dissolução da entidade com base nas finalidades estatutárias, não tendo correlação com aplicação de provas, cursos ou concursos praticados. Desde o princípio, o IOBV se posicionou a favor da elucidação dos fatos, e diante do deferimento parcial emitido pela Comarca de Taió, pretende cumprir rigorosamente todas decisões, conforme orientações de seu corpo jurídico.

O IOBV não envidará esforços para acompanhar e fiscalizar a realização de todo o processo, e estará disponível para esclarecimentos de dúvidas única e exclusivamente pelo e-mail [email protected]

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.