Polícia esclarece morte de homem encontrado carbonizado dentro de carro

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Criciúma, esclareceu um crime bárbaro cometido no bairro Renascer, em Criciúma, na madrugada do dia 25 de dezembro de 2017. Na ocasião, o corpo de Alician da Cunha Machado foi encontrado incinerado dentro do porta malas de seu carro. Durante a investigação foi apurado que na referida noite, a vítima foi adquirir drogas no bairro Renascer e “locou” seu automóvel para a traficante M. S.T em troca de certa quantidade de crack.

De acordo com o delegado responsável pela DIC, André Milanese, enquanto a vítima usava drogas, a traficante se apoderou do automóvel e foi dar voltas pela cidade na companhia do foragido da justiça F.J. F, que não retornou de uma saída temporária do Presídio de Itajaí, onde cumpre pena pelo crime de roubo e de um adolescente de 16, todos moradores do bairro renascer.

Por ter permanecido com o veículo por mais tempo do que o combinado, a vítima reclamou do atraso e disse que iria chamar a polícia. “A traficante  e o foragido da justiça o agrediram severamente, amarrando suas mãos com um cinto e prendido Alician no porta-malas de seu carro. F; ainda ordenou que o carro fosse levado até uma área desabitada do bairro e ateassem fogo no veículo. O que foi feito, sendo a vítima queimada ainda viva dentro do porta-malas de seu próprio carro”, relata a autoridade policial.

Com base nas provas produzidas durante o Inquérito Policial se representou pelas prisões preventivas de M; e F; que foram deferidas pela 1ª Vara Criminal de Criciúma. M; foi presa na noite da última sexta-feira no bairro Coscores e encaminhada à penitenciária Feminina de Criciúma. Seu comparsa ainda não foi localizado.

Este foi o 17º e o último praticado no ano de 2017 na cidade, configurando seu esclarecimento em 81,25% de resolutividade dos homicídios praticado no ano passado em Criciúma.

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.