Morte de preso tem golpe de artes marciais e simulação de suicídio

Crime aconteceu no domingo

Um detento foi morto por asfixia na madrugada de domingo, 13, na Penitenciária Industrial de Blumenau. Paulo Henrique da Silva, de 28 anos, morreu após o colega de cela aplicar um golpe de artes marciais ao se sentir ameaçado.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

O preso tentou simular que Paulo teria cometido suicídio e ameaçou de morte o outro companheiro de cela para ajudar a encobrir o caso. No entanto, a fraude foi descoberta e ele confessou o crime.

Sobre o crime

Segundo o delegado Lucas Almeida, responsável pela investigação, o detento José Cardoso da Silva Oliveira, de 33 anos, entrou em briga corporal com a vítima e se sentiu ameaçado quando Paulo encostou uma caneta nas costas dele. O detento pensou ser uma arma e aplicou o golpe.

José Oliveira foi preso em flagrante na Central de Polícia por homicídio qualificado pelo motivo fútil. Conforme informações da polícia, o crime que o condenou à penitenciária foi roubo.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.