Fotógrafo arrecada computadores para restaurar e doar para carentes

Hoje ele busca doações para manter o projeto

O fotógrafo criciumense, Arlan Rodrigues, 33 anos, decidiu consertar computadores descartados e doar para famílias de baixa renda. A iniciativa teve início durante a pandemia, com a agenda de eventos desmarcada, o morador do bairro Nossa Senhora da Salete, na grande Próspera, se reinventou e abriu uma manutenção de computadores em casa. “Deu tão certo que me senti na obrigação de fazer algo para agradecer”, revela.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

“Eu tenho muito contato com a comunidade de meu bairro, e estava falando com uma moradora, e ela estava demorando para me responder. Fiquei preocupado e perguntei o que houve, ela me falou que os filhos estavam fazendo aulas online, em um único celular. Lembrei que tinha uma sucata em casa, e dali surgiu o primeiro computador”, conta.

São computadores que suprem o básico que uma criança precisa para navegar na internet e fazer pesquisas. Batizado como “Seu Lixo Meu Tesouro” até o momento já foram 130 recuperados.

 Rodrigues fez uma campanha de coleta de lixo eletrônico na área da informática, mas lamenta que hoje são poucas as doações para manter o projeto. “Não quero desistir, mas ultimamente não chega mais doações”, lamenta.

Interessados em ajudar a manter o projeto com computadores usados podem entrar em contato pelo telefone (48) 9 9972 1944 ou entregar a lanchonete Biboca Nerd- Rua: Mal. Deodoro, 318 – Centro, Criciúma.

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.