Coluna SOS- Ô abre alas que eu quero passar

Quarta-feira de Cinzas, e como sempre, todo Carnaval tem seu fim. Até mesmo este de 2021, onde não houve desfiles e grandes marchinhas por aí. Esperamos que todos continuem saudáveis para curtir em 2022.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Após o Carnaval começamos também a nos despedir da época do ano mais agitada, o verão, mas antes dele ir definitivamente, vamos conversar sobre levar ou não seu amigão na praia; Em alguns países, permitem a presença de animais na praia, como exemplo Huntington Beach na Califórnia. No Brasil, cada cidade possui uma regulamentação diferente a respeito disso, entretanto, é quase unânime: os animais são proibidos na orla.

Porém, entretanto e, todavia, como hoje em dia os animais são parte da família, é possível ver muitos aproveitando este momento juntos, mas vale frisar para se manter o bom senso, sempre. Sabemos que é tentador incluir nossos peludos em todos os dayoffs que temos, mas seria importante ressaltar que alguns cuidados que precisam ser levados em conta:

  • Lembre-se de não o deixar beber água do mar, pois pode causar náuseas e vômito devido ao sal;
  • Cuidado com o sol, ele queima focinhos e patinhas, fique de olho na areia quente;
  • Ao chegar em casa de uma duchinha nele, afim de evitar alergias;
  • Secar os ouvidos é parte importante do passeio;
  • Não esquecer a guia, não o deixe solto para trilhar sozinho entre os guardas sóis vizinhos;

Por último, mas não menos importante, recolha toda e qualquer sujeira que seu pet fez, todos gostam de curtir uma praia, limpinha de preferência.

Cãossificados:

Ficou interessado em adotar também?  Só enviar um e-mail para [email protected] que retornaremos o mais breve possível. Lembrando que adoção precisa ser consciente e uma escolha unanime em casa, afinal eles irão te acompanhar por alguns anos, os melhores que você poderá ter, diga-se de passagem.

 

Você sabia? Que os pets também doam sangue?

Assim como os seres humanos, os cães e gatos também podem ajudar outros com doação de sangue.

Para os cachorros as indicações para se tornar doador são:

  • Ter entre 1 e 7 anos de vida;
  • Pesar no mínimo 25 Kg,
  • Possuir a cartela de vacina e vermifugação em dia,
  • Ter o controle de pulgas e carrapatos regulado,
  • Apresentar personalidade dócil,
  • . Estar clinicamente saudável.

Já os felinos as indicações são:

  • Peso mínimo de 4kg
  • Idade entre 1 e 7 anos
  • Vacinação e Vermifugação atualizadas
  • Controle de pulgas e carrapatos
  •  Apresentar personalidade dócil,
  • .Estar clinicamente saudável.

Ajude você também:

Quer ajudar e não sabe como? Acompanhe nossas redes sociais diariamente, e quinzenalmente nesta coluna. Lembrando, juntos somos mais fortes! @sosviralata

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.