Trabalhadores do São Marcos recebem salários atrasados

Após ameaça de paralisação os trabalhadores do Hospital São Marcos de Nova Veneza, receberam os salários do mês de janeiro. Os vencimentos estavam atrasados há 11 dias e uma assembleia foi realizada, nesta sexta-feira, 16, ao meio dia onde foi discutida a situação.

Conforme o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Saúde de Criciúma e Região (Sindisaúde), João Martins Estevam, a pressão dos profissionais contribuiu para o repasse dos pagamentos ainda pela manhã. “No entanto, junto com o sindicato eles aprovaram uma paralisação no quinto dia útil do próximo mês se houver novamente atraso”, disse Estevam.

O sindicalista cobrou da direção o repasse do vale- alimentação atrasado em três meses: novembro e dezembro de 2017 e janeiro de 2018 e, a promessa foi de pagamento na folha de março.  Ele ainda questionou sobre o depósito do FGTS em atraso há nove meses. “A informação repassada ao sindicato é que o problema foi encaminhou para a central do Instituto Corpore – gestor da instituição no estado do Paraná. Estamos aguardando uma posição da gestão”, finaliza o presidente.

home destaque, home_destaque, Hospital São Marcos, paralisação, salário, sindicato