“A Unesc estará sempre focada na comunidade”, garante a reitora, Luciane Ceretta

Repasse para seus amigos utilizando os links abaixo

Por Dai Américo,

Um ano repleto de conquistas e realizações. Para a Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) 2019 foi de saldo positivo. E para encerrar com chave de ouro, a instituição ganhou duas notas máximas do Ministério da Educação: levou notas cinco como melhor Universidade e como melhor Curso de Medicina. Em entrevista ao Portal Litoral Sul, a reitora Luciane Ceretta, faz um balanço do último ano e apresenta as novas propostas da Unesc para 2020.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

Portal Litoral Sul – Quais os desafios da educação e da universidade com toda a influência da tecnologia, novos conceitos, novas formas, considerando daqui pra frente (2020)?
Luciane Ceretta – A velocidade dos tempos que vivemos exige um esforço grande sobre a necessidade de atenção e foco na definição de nossas prioridades. Tanto em nossas vidas pessoal ou profissional, quanto na vida institucional e das organizações,temos de estar realmente atentos para não sermos “atropelados” pela voracidade da enxurrada de transformações e inovações tecnológicas, conceituais, de regras e costumes que ora assinala um tempo de grandes transições. Mas não se trata apenas de “sobreviver no mercado”. É fundamental manter princípios e valores que garantam a civilidade das relações e possam apontar para um futuro mais ético e solidário. Por isso, é fundamental assinalarmos sempre que inovação também é preservação,
sustentabilidade, cooperação, consciência ambiental e coletiva

Portal – Em números, o que representa a Unesc para Criciúma e para a Região Sul?
Luciane – A Unesc possui uma presença regional extremamente impactante, com 13 mil alunos entre graduação, pós-graduação e colégio UNESC. Possui mais de 50 cursos de especialização voltados ao mercado de trabalho, sete mestrados e cinco doutorados e, ainda, quatro programas de residência na área da Saúde. Temos um parque tecnológico com foco na inovação e pesquisa e crescemos cada dia mais no modelo de ensino à distância, com pólo em Balneário Rincão e unidade em Araranguá. Nos seus 51 anos, a Unesc contribuiu e continua a ser protagonista do desenvolvimento regional. Temos mais de 50 mil graduados nas mais diferentes áreas do conhecimento. Atendemos a mais de 100 mil pessoas anualmente nas clínicas de saúde, com serviços qualificados e totalmente gratuitos. Nossas casas da cidadania disponibilizam serviços jurídicos gratuitos a mais de dez mil pessoas anualmente. Estamos entre as melhores universidades não estatais em pesquisa do País, com mais de 200 projetos de extensão nas comunidades. A Unesc é uma universidade sólida, consolidada, internacionalizada com mais de 48 acordos internacionais e, que atualmente, recebe 127 estudantes estrangeiros de 11 nacionalidades.

Portal – A Unesc, com a venda da Unisul, consolida-se como única universidade comunitária do Sul de SC. Isso amplia a responsabilidade da instituição para com a comunidade onde está inserida?
Luciane – A Unesc estará sempre focada na comunidade. Nossa missão nos aponta isso e temos sim sido coerentes com essa premissa básica da Unesc, de Educar por meio do Ensino, Pesquisa, Extensão para promover a qualidade e a sustentabilidade do ambiente de vida. E é assim que agora, de forma tranquila, e em sintonia com o poder público e com as forças vivas e produtivas da região, movimentamos a expansão desse modelo. Efetivamente comunitário com foco no desenvolvimento regional com base em princípios e valores que garantam prática e solidez numa dinâmica de coerência e competência histórica que temos mantido através das décadas de mãos dadas com os interesses de todos. A Unesc vai ter sempre o propósito de trabalhar para termos uma região mais desenvolvida de forma sustentável e com oportunidade para todos,
principalmente para os que mais precisam. Isso é ser de fato, comunitária.

Portal – A reitora (com sua equipe) assumiu a universidade num momento crítico financeiramente falando e de muitos desafios, e precisou se reinventar. Como finaliza este 2019? E quais os novos projetos para 2020?
Luciane – A Universidade encerra mais um ano plena de realizações. Assim como 2018 foi um ano de celebrações pelo nosso cinqüentenário, 2019 foi marcado por um grande processo de expansão. Firmamos nossa presença no Vale do Araranguá, Balneário Rincão e Nova Veneza. O projeto de Educação à Distância foi um sucesso e o número de alunos tem surpreendido de forma positiva. Isso tudo, alinhado com a retomada do crescimento, garantiram um ano bastante positivo para a Unesc, onde recebemos grandes reconhecimentos, como o Top of Mind 2019 entre as instituições de Ensino Superior na Região Sul e marcamos nosso lugar entre as 150 melhores empresas para trabalhar no País, no ranking da revista Você S.A. Já com vistas a 2020 nosso objetivo é continuar investindo em novospolos de EAD e projetos no nosso campus.

Portal – Fale-nos um pouco dos programas sociais e programas de extensão da Unesc.
Luciane – Essa atuação acontece principalmente em três níveis, que seriam as clínicas da saúde, os serviços de atendimento jurídico gratuito e a diretoria de extensão. No caso da extensão, a Unesc possibilita a inserção social e garante a articulação com a comunidade e suas demandas, promovendo uma verdadeira transformação social. Somente no ano de 2019, a UNESC, por meio das ações comunitárias, já realizou 25 ações que levam conhecimento, prestação de serviço e acolhimento para mais de 3,3 mil pessoas nos municípios e empresas de toda a região macro Sul catarinense. Nas ações comunitárias, a Universidade se insere diretamente no coração da comunidade, levando serviços e orientações nas quatro áreas do conhecimento. Durante as ações, os alunos podem realizar troca de experiências, levando o que aprendem em sala de aula para além dos muros da instituição, e trazendo vivências para o seu cotidiano, momento este de fundamental importância para seu processo formativo.

#Criciúma, #entrevista, educação, Luciane Ceretta, unesc, Universidade do Extremo Sul Catarinense