R$ 633 milhões: a segunda maior transferência da história

O meia-atacante brasileiro Philippe Coutinho foi apresentado oficialmente no Barcelona na manhã desta segunda-feira, 8. Na entrevista coletiva, o segundo jogador mais caro da história – o valor da transferência pode achegar a €160 milhões (quase R$ 633 milhões) – preferiu não falar de valores e fez questão de agradecer ao Liverpool mais de uma vez por ter entendido seu “sonho”.

– Estou muito feliz. Como disse, é a realização de um sonho. Claro, estou aqui graças a muita gente. Primeiramente Deus, minha família, meus pais, minha esposa, minha filha, que estão sempre comigo em todos os momentos. Queria agradecer também a todo mundo que se esforçou essa semana. Ao presidente, aos dirigentes. Sei que tiveram muita paciência. Quero agradecer ao Liverpool pelos cinco anos que passei, aos dirigentes, ao clube que entendeu que era meu sonho vir para cá. E aos fãs do Liverpool pelos cinco anos juntos. Espero ser muito feliz no Barcelona – completou.

O jogador realizou os habituais testes médicos necessários à assinatura do contrato e as notícias não foram as melhores. Coutinho está com uma lesão evolutiva na face anterior da coxa direita e só estará 100% às ordens do técnico Ernesto Valverde dentro de 20 dias.

Revelado pelo Vasco, clube terá direito a quase R$ 16 milhões

A transferência do Liverpool ao Barcelona renderá um bom dinheiro ao Vasco: o clube carioca tem direito a 2,5% do valor, cerca de 4 milhões de euros (R$ 15,8 milhões), por ter formado o craque nas divisões de base.

Essa quantia, porém, não deve chegar de uma vez. O acordo estipula que o Barcelona pague 130 milhões de euros de imediato, com outros 30 milhões em variáveis, que, em tese, não serão difíceis de se alcançar. Desta forma, o Vasco receberá, num primeiro momento, 3,2 milhões de euros – o Barça tem até 30 dias para pagar, contando do registro do jogador na federação local -, com o restante chegando a partir das metas alcançadas por Coutinho no clube catalão – e a posterior quitação do valor ao Liverpool.

Entenda o valor recebido pelo clube carioca:

Clubes pelos quais o jogador atuou até os 23 anos são considerados formadores. No máximo, eles podem receber 5% do valor de uma transferência internacional subsequente. No caso de Coutinho, ele chegou ao Vasco na infância, mas a contagem só começa a partir dos 12 anos. Ele deixou o clube com 18 anos.

Dos 12 aos 15 anos: 0,25% por cada temporada

Dos 16 aos 23 anos: 0,5% por cada temporada

[Philippe Coutinho revelado pelo Vasco da Gama – Foto divulgação: Vasco da Gama]

 

Confira a lista com os jogadores mais caros da história do futebol:

(Valores em Euros na época das transferências)

1 – Neymar Jr. – Barcelona/PSG: €222 mi (R$ 821,6 milhões)

2 – Phillipe Coutinho – Liverpool/Barcelona: €160 mi (R$ 622 milhões)

3 – Mbappé – Mônaco/PSG – €145 mi (R$ 540 milhões)

4 – Dembéle – Borussia Dortmund/Barcelona – €105 mi (R$ 392 milhões)

5 – Paul Pogba – Juventus/Manchester U. – €105 mi (R$ 392 milhões)

6 – Gareth Bale – Tottenham/Real Madrid – €100 mi (R$318,5 milhões)

7 – Cristiano Ronaldo – Manchester U./Real Madrid – €94 mi (R$ 257 milhões)

8 – Higuaín – Napoli/Juventus – €90 mi (R$ 322,5 milhões)

9 – Neymar Jr. – Santos/Barcelona – €86 mi (R$ 332,4 milhões)

10 – Romelu Lukaku – Everton/Manchester U. – €84.8 mi (R$ 319 milhões)

 

*Segundo o jornal espanhol “El Confidencial”, o Paris Saint-Germain prepara uma oferta de 300 milhões de euros (R$ 1 bilhão de acordo com a cotação atual) por Cristiano Ronaldo. Se concretizar, será a mais cara da história.

[Coutinho e Neymar – as contratações mais caras da história do futebol – Foto Vanderlei Almeida- AFP]

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.