Matrículas abertas para os cursos técnicos em cerâmica e eletromecânica

Garantir a qualificação e com isso ter um diferencial no mercado de trabalho estão entre as facilidades de quem opta por fazer um curso técnico. Para facilitar o aprendizado e um melhor acesso ao mercado, o Senai de Criciúma está com matrículas abertas para os cursos técnicos em Cerâmica e Eletromecânica.

“O curso técnico em cerâmica, por exemplo, tem por objetivo habilitar profissionais para atuarem em plantas industriais, laboratórios de análises químicas, testes físicos e de pesquisa, no exercício de atividades de planejamento, coordenação, orientação, supervisão e controle de qualidade de produtos e processos, realizando estudos para desenvolvimento e aperfeiçoamento de produtos cerâmicos, em conjunto com profissionais de formação científica ou tecnológica sempre que necessário”, explica a coordenadora de cursos do Senai, Jucilene Feltrin.

De acordo com Jucilene, o curso busca atender as necessidades do setor cerâmico, no que diz respeito ao aperfeiçoamento de recursos humanos e melhoria de processos. “Os alunos após a conclusão do curso podem solicitar seu registro no Conselho Regional de Química ( CRQ) e atuar em indústrias de cerâmica vermelha, cerâmica branca, cerâmica refratária, revestimentos cerâmicos. Adquirem, também, conhecimento para atuarem em mineradoras, indústrias de vidro, indústrias de fritas, vidrados e corantes, institutos de pesquisa, entre outros”, explica.

O curso de eletromecânica, por sua vez, atende uma demanda cada vez mais crescente na região. “O setor Metal Mecânico vem mantendo seu crescimento nos últimos anos mesmo diante do cenário econômico atual, onde muitas vagas deixaram de existir ou foram adicionadas a outros cargos nas indústrias. Por ser um setor transversal na maioria das indústrias, sempre há vagas disponíveis para técnicos e prestadores de serviço do setor”, garante Jucelene.

Ainda segundo a coordenadora, de acordo com os dados da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), aproximadamente 100 empresas atuam no setor metal mecânico em toda Região Carbonífera. “Para os profissionais com formação técnica em Eletromecânica os principais segmentos do mercado que absorvem esse tipo de mão de obra são as empresas metalúrgicas, fabricantes de peças, fundições, agronegócios, fabricantes de implementos rodoviários, serviços, manutenção industrial, projetos mecânicos e elétricos, processos de fabricação na área de usinagem tornearia, fresagem ou centros de usinagem comando numérico computadorizado – CNC, assistência técnica e manutenção e demais segmentos”, explica. “A maioria das empresas se deparam com escassez de mão de obra com foco específico para este segmento da indústria. Esta mão de obra é formada, na maioria das vezes, dentro da própria empresa, deixando a desejar em aspectos técnicos”, complementa.

Saiba mais:

Os cursos técnicos do Senai de Criciúma se destinam a pessoas de empresas ou comunidade, que tenham concluído ou estejam matriculados no 2º ano do Ensino Médio (2º grau) e com interesse técnico–profissional nestas áreas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: 3431-7100.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.