Júri condena mulher e amante por assassinato de marido em Criciúma

Após julgamento ontem, 16, pelo Tribunal do Júri da Comarca de Criciúma, uma mulher de 54 anos, e o amante dela, de 32 anos, foram condenados por homicídio praticado contra José Carlos de Andrade, 53 anos. O júri decidiu pela condenação do homem a pena de dez anos por homicídio qualificado e da mulher a 16 anos de reclusão por homicídio triplamente qualificado .

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

José Carlos foi brutalmente assassinado com golpes de faca, martelo, foice e pedrada, no interior de sua casa no bairro Verdinho, em junho de 2019. O crime foi investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa da DIC de Criciúma (DHPP), que na época resultou na prisão temporária do amante, dois dias após o crime, que posteriormente foi transformada em prisão preventiva.

Na época, também foi decretada a prisão preventiva da esposa, que permaneceu um tempo foragida até ser localizada e presa em outubro de 2019.

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.