Helicóptero que atende governador fará transporte de órgãos em Santa Catarina

O governador explicou que o atual contrato de aluguel da aeronave condiciona o pagamento de ao menos 25 horas mensais de voo e que, diante do tempo ocioso do equipamento, foi sugerido pela Casa Militar outra utilização. Desde o início do mandato, em 1º de janeiro, Moisés não voou com o helicóptero. Trata-se de um modelo Esquilo com capacidade para quatro passageiros.

“Nós entendemos que, além de ficar à disposição para o governador, o helicóptero pode atuar também na saúde. De que forma? Sendo colocado à disposição de quem faz o transplante de órgãos, com o transporte de uma unidade hospitalar para outra. Esse gesto vem na linha do que nós temos pregado: as ações do governo precisam ser boas não para quem governa, mas para quem vive e está em Santa Catarina”, disse o governador, salientando ainda que o estado ocupa posição de destaque em relação aos transplantes de órgãos.

O coordenador de transporte aéreo da Casa Militar, George de Vargas Ferreira, explicou como se dará a logística de funcionamento: a Secretaria de Saúde, por meio da SC Transplantes, entrará em contato com a Casa Militar, que, por sua vez, acionará a aeronave para realizar os transportes de órgãos.

“A utilização dessa aeronave traz mais agilidade e implicará na não ocupação de aeronaves que têm outros fins, de Segurança Pública, para realizar esse serviço”, detalhou.

#carlos moisés, #governador, #helicóptero, #órgãos, #transplantes, home_destaque