Encontrados focos de dengue. População deve ficar atenta e seguir dicas da secretaria de Saúde

Repasse para seus amigos utilizando os links abaixo

Foram encontrados três focos de Aedes Aegypti o mosquito da dengue. As situações aconteceram nas comunidades de Presidente Vargas, Demboski e Cristo Rei em Içara. Preocupados com isto, a equipe da Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, traz algumas orientações para a população.

De acordo com a secretária de Saúde, Jaqueline dos Santos, o objetivo é manter todos os moradores informados. “Orientamos a população a receber os agentes de saúde em suas residências e alertamos para os cuidados que se deve ter nesta época do ano, de fácil proliferação do mosquito”, comentou.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

O transmissor (vetor) da dengue é o mosquito Aedes Aegypti, que precisa de água parada para se proliferar. É uma doença cujo período de maior transmissão coincide com o verão, devido aos fatores climáticos (chuvas) favoráveis à proliferação do mosquito em ambientes quentes e úmidos. “É importante manter a higiene e evitar água parada todos os dias, porque os ovos do mosquito podem sobreviver por um ano até encontrar as melhores condições para se desenvolver”, completou Iane.

Outras medidas podem ser tomadas

A melhor forma de prevenção da dengue é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, eliminando água armazenada que podem se tornar possíveis criadouros, como em vasos de plantas, lagões de água, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas.

Medidas simples podem ser adotadas, como substituir a água dos pratos dos vasos de planta por areia, deixar a caixa d´água tampada, cobrir os grandes reservatórios de água, como as piscinas, e remover do ambiente todo material que possa acumular água (garrafas pet, latas e pneus).

Os moradores que tiverem alguma dúvida, podem entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica, por meio do telefone (48) 3431-3577.

Repasse para seus amigos utilizando os links abaixo

#foco, #transmissor, dengue, mosquito