Cilindros para oxigênio apreendidos em ataque a banco de Criciúma são doados para hospital

Cinco cilindros de oxigênio, de 50L cada, utilizados pelos criminosos no roubo ocorrido no 30 de novembro do ano passado, ao Banco do Brasil em Criciúma, foram entregues ao Hospital Unimed de Criciúma pela Polícia Civil. Os cilindros irão ajudar no abastecimento de oxigênio aos pacientes em tratamento, inclusive de Covid-19.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

A doação foi feita, a partir de pedido da Delegacia de Roubos e Antissequestro (DRAS) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/PCSC), que investiga o caso, com a concordância do Ministério Público e autorização do Poder Judiciário. No arrombamento de cofres, os assaltantes usaram os cilindros com maçaricos de alta pressão, do tipo lança térmica, equipamentos de uso industrial.

O Hospital Unimed Criciúma foi escolhido por ter prestado atendimento ao soldado da Polícia Militar, Jeferson Luiz Esmeraldino, que ficou mais de dois meses internado, por ter sido gravemente ferido no confronto com os criminosos.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.