Atletas e treinadores são contra as mudanças nas regras do futsal

Nessa semana a Federação Internacional de Futebol Associação (Fifa), reguladora do futsal mundial desde 1989, determinou novas regras que podem impactar a dinâmica de jogo da modalidade. A mais polêmica delas é a possibilidade de laterais e escanteios serem cobrados com as mãos como era antigamente. Quando a alteração for homologada o cobrador terá o direito de escolher entre repor a bola com os pés ou com as mãos. Segundo a Federação a mudança irá contribuir no aumento do número de gols por partida. Essa é uma das quatro propostas aprovadas na assembleia realizada durante a Uefa Euro Futsal, na cidade de Liubliana, na Eslovênia.

Jogadores e treinadores fizeram críticas as mudanças. Falcão considerado o melhor jogador de futsal de todos os tempos repreendeu  principalmente quando se fala em cobranças de lateral e escanteio. “Acredito que todo mundo já está totalmente adaptado. É difícil marcar com os pés e imagine com as mãos. O futsal já é um esporte que sai muitos gols. Acho que temos outras coisas mais importantes para nos preocuparmos”, opinou.

Falcão foi a favor somente da nova regra de cobrança de pênaltis

As outras alterações aprovadas pela Fifa foram quanto a reposição de bola por parte do goleiro que a partir de agora, a bola deverá tocar a quadra defensiva antes de chegar ao ataque. O uso do goleiro-linha também foi limitado ao uso somente da equipe que estiver perdendo a partida. E a última quanto às decisões por pênaltis, que antes eram na melhor de três e agora passam a ser  cinco cobranças.

Falcão ainda comentou a regra da reposição de bola dos goleiros. “Se a regra dos laterais e escanteios é para fazer mais gols, com essa limitação da reposição dos goleiros você perde os contra-ataques”, exclamou o atleta.

Outro que expôs sua opinião foi o criciumense Marcos Sorato, o Pipoca. Em sua conta no facebook, o técnico que já foi campeão mundial com a Seleção Brasileira em 2012 e hoje treina a equipe do Zhuhai Futsal, da China, se mostrou contrário a algumas alterações anunciadas pela Fifa. “Laterais e escanteios com as mãos é uma briga só da Espanha, que mudou essa regra só em 2004, a qual demais países já jogam desse 1994. O Brasil deve se posicionar e jogar nossa Liga com nossas regras. Nosso esporte é ótimo, só precisa de gestão de gente da modalidade”,  completou.

Marcos Sorato, ex-técnico da Seleção Brasileira, expôs sua opinião na sua conta no Facebook

Assim como Falcão e Pipoca, outros jogadores da Liga Futsal demonstraram insatisfação nas redes sociais com as mudanças exigidas pela Fifa.

Neto, jogador que fez o gol do título da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2012, fez criticas através de sua conta no Instagram

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.