[VÍDEO] Saiba a causa da fumaça que chama atenção no Sul do Estado

Incêndio em turfa provoca a nuvem de fumaça que se alastra pela região

Uma nuvem de fumaça chamou atenção dos moradores da região Sul na manhã desta terça-feira, dia 23. A causa são as queimadas em turfas na localidade de Fundo Grande, em Araranguá. O incêndio iniciou na manhã dessa segunda-feira, dia 22, e as chamas continuam se alastrando por causa do vento e tempo seco. A fumaça encobre o município e já pode ser vista em cidades vizinhas, como Criciúma e Nova Veneza.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

Este já é o segundo incêndio em turfas em menos de 10 dias. Entre os dias 14 e 17 deste mês, uma turfa localizada atrás da Capela Menino Jesus do Praga, também pegou fogo.

O Corpo de Bombeiros de Araranguá está monitorando o local desde a segunda-feira, quando o fogo começou. O combate ao incêndio é dificultado pois as chamas estão há cerca de dois metros abaixo da terra. A guarnição conta com o auxílio de um drone para acompanhar o andamento dos focos de incêndio nas áreas atingidas.

Bombeiros contam com auxílio de drone para para acompanhar o andamento dos focos de incêndio nas áreas atingidas – Foto: Edson Padoin
Bombeiros contam com auxílio de drone para para acompanhar o andamento dos focos de incêndio nas áreas atingidas – Foto: Edson Padoin

O Tenente Bianchi, Comandante do Batalhão de Corpo de Bombeiros de Araranguá, disse que há suspeita de que o incêndio tenha sido criminoso. “Nós ainda estamos avaliando a situação para encontrar a causa e tentar dar uma resposta para a população”, explica.

Moradores sofrem com a fumaça

Os moradores das áreas mais próximas sofrem com a fumaça que tem um cheiro forte. A preocupação também é com as chamas que se alastram e podem atingir as residências. “Essa fumaça já começou ontem, mas hoje, por causa do vento, piorou muito. A noite a gente vai dormir e a fumaça entra pela janela. Já estou sentindo a minha garganta arranhar”, conta a moradora Rosimeri Pereira Borges.

A fumaça que incomoda os moradores do local também foi vista em cidades da região Sul.

Incêndio já dura dois dias e vizinhos estão com medo medo das chamas se alastrarem – Foto: Edson Padoin
Incêndio já dura dois dias e vizinhos estão com medo medo das chamas se alastrarem – Foto: Edson Padoin
Incêndio já dura dois dias e vizinhos estão com medo medo das chamas se alastrarem – Foto: Edson Padoin

Saiba o que é a turfa

A professora e geóloga Yasmine Cunha, coordenadora do curso de Geografia e do LabGeoRH da Unesc, explica o que é uma turfa e como ela é formada. “As turfeiras são habitats naturais com alto valor biológico. É um material de origem orgânica, resultante do acúmulo de vegetação que se forma nos fundos de antigas lagoas e pântanos. Esses materiais vão se decompondo em camadas e ficam soterrados por segmentos. Isso dificulta a decomposição do material orgânico, pois são ambientes com pouco oxigênio ou sem oxigenação. A partir da decomposição da matéria orgânica, pode se formar o metano que é altamente inflamável e se acumula no solo e pode alcançar vários metros de profundidade”, explica a professora.

A geóloga ainda esclarece como podem iniciar esses incêndios. “A turfa pode começar uma queimada de maneira natural, pela combustão de gás metano que está acumulado no seu interior. Ou ainda com a ação do homem, com descuido de alguém que queimou um lixo próximo ou cigarro. Por ser um material orgânico, altamente combustível, o combate é muito difícil”, conclui a especialista.

Colaboração: Edson Padoin

Chamas queimam há cerca de dois metros abaixo da terra – Foto: Edson Padoin
Bombeiros suspeitam que o incêndio tenha sido criminoso – Foto: Edson Padoin

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.