Mecânica & Motores: você sabe o que é empurroterapia nas oficinas?

Recentemente, o Programa Fantástico, da TV Globo, exibiu uma matéria onde balconistas de farmácia recebiam valores em dinheiro para empurrar medicamentos ou produtos desnecessários a clientes. Isso me motivou a escrever sobre o tema empurroterapia nas oficinas mecânicas, algo que já vinha pensando há um tempo e achei muito oportuno abordar.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

É importante você cliente saber que a manutenção preventiva não significa empurroterapia. Uma oficina séria precisa ser capaz de oferecer a manutenção básica, indicada pelo fabricante, dentro da quilometragem recomendada para o bom desempenho dos componentes, com informações baseadas em conhecimentos técnicos e experiências comprovadas.

O que pensamos a respeito e o nosso posicionamento: é necessário ter boas práticas na manutenção de carros, ser justo com o cliente. Não é preciso empurrar coisas a mais para o cliente se você tem seus custos calculados e sabe o quanto deve cobrar por sua mão de obra e produtos. Uma oficina bem gerenciada sabe seus custos e o valor da mão de obra!

Todos sabem que o mercado está cheio de produtos e serviços em que não há necessidade de serem substituídos. Mas, para incrementar o faturamento mensal, acabam aumentando a conta do cliente. Então, fiquem atentos as dicas que vou passar para vocês:

1) Faça revisão periódica a cada 10 mil km e substitua:

– óleo do motor;
– filtro do óleo do motor;
– filtro de combustível;
– filtro de ar do motor;
– filtro do ar-condicionado
– verifique itens de segurança: suspensão, iluminação, freio, direção, sistema de arrefecimento do veículo.

Se na inspeção for constatado desgaste é muito importante que os componentes sejam substituídos!

2) verifique o nível de água e óleo

É muito importante que você verifique constantemente esses dois itens, se você perceber que frequentemente seu carro baixo água ou óleo ou encontra vazamento na garagem, leve ao mecânico o mais rápido possível.

3) Tenha bons hábitos ao dirigir

O modo como você dirige determina o desgaste de muitos componentes, por exemplo: apoiar o pé na embreagem é um grande vilão; pular lombadas e buracos compromete muito os componentes de suspenção; dirigir com a rotação alta, além de consumir mais combustível, sobrecarrega desnecessariamente o motor.

Observando esses cuidados básicos com o seu carro, os gastos com manutenção diminuirão muito. O grande vilão da manutenção do carro é o mau uso dele!

Não se deixe enganar, gente mal-intencionada tem em todas as áreas de negócios. Então, valorize o seu dinheiro, procure uma oficina ética para cuidar da manutenção do seu carro.

por @daiane_dalzoto
@cdcarcri

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.