Júris de maio em comarcas do Sul iniciam com caso de homicídio motivado por som alto

A agenda de maio dos júris populares nas comarcas da região Sul do Estado inicia nesta quarta-feira (8), na Comarca de Criciúma. A primeira sessão deste mês julgará um homicídio ocorrido em outubro de 2013 no bairro Verdinho. O crime teria sido motivado por desentendimentos devido ao som alto em festas que ocorriam num centro de eventos da vítima, que era propriedade vizinha à do réu. O acusado também responderá por porte ilegal de arma de fogo.

Já no dia 15, também em Criciúma, será julgado réu acusado da tentativa de homicídio da própria filha, na época com três anos, em maio de 2015. Ele teria trancado as portas e janelas da residência e aberto a válvula de um botijão de gás. Ele teria saído e contado o que fez aos vizinhos, que acionaram a polícia, a qual conseguiu salvar a criança a tempo. O homem será julgado por tentativa de homicídio qualificado pelo emprego de asfixia e contra descendente.

Na Comarca de Araranguá, no dia 16, acontece o julgamento de dois jovens que tentaram matar um homem no bairro Lagoa da Serra. O crime aconteceu em maio de 2018, quando os réus teriam desferido socos e chutes na cabeça da vítima. Além disso, teriam agredido outro jovem na saída da casa noturna. Eles responderão por tentativa de homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, meio cruel e impossibilidade defesa, além de lesão corporal e corrupção de menores.

Em Içara, no dia 17, será julgado um homem de 30 anos acusado do homicídio da madrasta com um tiro na cabeça. O crime aconteceu em julho de 2017 e seria motivado por uma discussão entre a mulher e o pai do réu. Ele responderá por homicídio triplamente qualificado por motivo fútil, impossibilidade de defesa e feminicídio.

As demais sessões do Tribunal do Júri estão agendadas para os dias 22, em Criciúma, além de 23 e 30 em Urussanga.

Com informações de Fernanda de Maman/Assessoria de Comunicação do TJ-SC.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.