Anúncio

Hospital São José amplia o espaço do serviço de quimioterapia

Para oferecer um pouco mais de conforto aos pacientes que realizam tratamento de quimioterapia no Hospital São José as instalações foram ampliadas. Uma área mais ampla foi construída e equipada, com mais de 125 metros quadrados, onde inclui uma enfermaria e todo suporte necessário para os pacientes.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

Anúncio

“Com esta ampliação, certamente teremos mais facilidade para melhorar o fluxo e agilidade no processo de atendimento, como também, trazendo mais com conforto a estas pessoas que utilizam os serviços da entidade”, considera a enfermeira responsável pelo setor de quimioterapia do Hospital São José, Daniela Luiz.

Conforme o engenheiro Civil e um dos responsáveis pelo projeto, Ronaldo Agostinho Freitas, o espaço ficou amplo, arejado e não se faz necessário acessar outro local para chegar até a nova sala. “Conseguimos oferecer neste projeto mais comodidade”, garante ele.

Atualmente o Serviço de Oncologia do Hospital São José, conta com quatro consultórios, duas salas para atendimento da equipe multidisciplinar e 35 poltronas para que os pacientes possam realizar o tratamento, além de oito leitos para pacientes que necessitem. Agora com o novo espaço, 25 novas poltronas foram alocadas para que os pacientes realizem seu tratamento.

“A concepção arquitetônica tem como propósitos, acolher os pacientes, minimizando a tensão do tratamento, bem como amenizar o trabalho exaustivo da equipe médica e enfermagem”, destaca a arquiteta, Isabel Cristina Taylor Ienczak Zanette.

Saiba mais

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), as estimativas de casos novos de câncer de 2020-2022, em uma análise global, indicam um aumento importante dos tipos de câncer mais comuns por região no Brasil (pele, próstata, mama, traqueia, brônquio e pulmão).

A região Sul do Brasil está em terceiro lugar no ranking do país com incidência crescente, 23,4% de novos casos, a região Sudeste tem o maior índice, com mais de 60% de incidência para novos casos e o Nordeste com 27,8%%.

Os estudos também apontam o câncer como o principal problema de saúde pública no mundo; tendo o índice das quatro principais causas de morte em pessoas com menos de 70 anos, em grande parte dos países do planeta.

Em Criciúma, somente no São José, são realizados 1950 atendimento por mês. Destes, 690 pessoas são do município; os demais são de cidades vizinhas (Amrec e Amesc).

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.