Chefe da torcida do Corinthians é preso em Maracajá

As guarnições da Polícia Militar de Araranguá e Maracajá foram acionadas na tarde de ontem, 17, para atender uma ocorrência de perturbação de sossego em um posto de combustíveis, localizado às margens da BR 101, em Maracajá. Foram abordados dois ônibus da torcida do Corinthians, que seguiam para a Argentina, onde a equipe joga na noite desta quarta-feira, 18, contra o Independente.

No local, os militares solicitaram a presença do responsável, momento em que A.J.C., de 42 anos, se apresentou como chefe da torcida. Quando os militares consultaram o nome no sistema, constatou um mandado de prisão preventiva em aberto por crimes contra a paz pública, injúria, calúnia, crimes contra a honra e coação no curso do processo expedido no dia 11 de novembro de 2016. A determinação foi decretada pelo Poder Judiciário do Rio de Janeiro.

Diante dos fatos, o homem recebeu voz de prisão e foi encaminhado ao Presídio Regional de Araranguá onde se encontra à disposição do Poder Judiciário.

 

Informações: Contra o Crime/Portal Agora

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.