Anúncio

Catarinense e juiz que atuou em Criciúma estão na lista para assumir a Lava-Jato

A Operação Lava-Jato, considerada a maior ação de combate à corrupção já realizada no Brasil e que tem, entre seus principais alvos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, terá mudanças no comando. Na lista para assumir a 13ª Vara Federal em Curitiba (PR), está um juiz que já atuou em Criciúma e outro magistrado catarinense. A função, até então ocupada por Sérgio Moro, hoje ministro da Justiça, está a cargo da juíza Gabriela Hardth.

Atualmente à frente da 21ª Vara Federal, o juiz Luiz Antônio Bonat foi convocado para assumir o posto, mas tem prazo para responder se aceita ou não. Ele é paranaense, mas já conhecido no Sul Catarinense, pois comandou a 1ª Vara Federal de Criciúma.

Anúncio

Se Bonat desistir, outro magistrado catarinense também é cotado. Trata-se de Julio Guilherme Berezoski Schattschneider, que é o segundo na lista de sucessão que leva em consideração o tempo de atuação.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.