Zezinho de cinco anos precisa de ajuda para custear exame

A cada seis meses, o menino junto com seus pais realiza consultas em Joinville e ainda precisa de sua ajuda

Em outubro do ano passado, contamos aqui no Portal Litoral Sul, a história de José Henrique da Silva Albino, o Zezinho, cinco anos, que precisava de auxílio para tratar vários problemas de saúde. Morador de Capivari de Baixo, ele possui desvio na coluna, bronquite, má formação na bacia, problemas de audição é portador da síndrome de charge e também foi diagnosticado com a doença de coloboma (má formação nos dois olhos), e corre o risco de perder a visão.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

A cada seis meses, Zezinho junto com seus pais realiza consultas em Joinville e ainda precisa de sua ajuda. Há pouco tempo, o menino fez um exame o – Bera ou Potencial Evocado Auditivo (ele avalia a integridade das vias auditivas, ou seja, ele identifica as ondas elétricas geradas a partir de um estímulo sonoro), e agora, precisa de um outro, o Sequenciamento do exoma. Trata-se de um teste genético de alta complexidade que sequência e analisa 180.000 éxons, em quase 22.000 genes. Seu objetivo é buscar variantes que podem estar associadas ao quadro clínico do paciente, contribuindo para o diagnóstico preciso de doenças raras e genéticas.

O exame custa R$6mil e a família não tem condições de pagar. Segundo o pai, Jonattas Mattos, que trabalha como repositor em um supermercado, o Sequenciamento do exoma, poderia ser feito gratuitamente pelo Estado, porém,  diz que a fila de espera é muito grande.

“Aguardamos há quase três anos já por ele. Ligamos para a Secretaria de Estado de Saúde e nos foi informado que ainda há 18 crianças na frente do Zezinho, sendo que o governo libera apenas cinco exames por ano deste tipo. Corremos contra o tempo, porque os problemas de saúde dele se agravam a cada dia e, quanto antes encontrarmos o tratamento mais eficaz, melhores as chances dele ter mais qualidade de vida”, aposta o pai.

Como ajudar

Quem quiser ajudar Zezinho pode contribuir com qualquer quantia efetuando um depósito na Caixa Econômica, agência 2362 – operação: 013 – conta: 970312978-7 – José Henrique da Silva – CPF: 123.668.569-54. Também pode ser por Pix, 48999318667 – José Henrique da Silva. O telefone de contato do pai do menino, Jonattas, é 99931-8667.

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.