Residencial Geriátrico Nova Belluno planeja lançar unidade em Tubarão e também condomínio fechado exclusivo para idosos

Um conceito inovador, inspirado em tendências internacionais, onde oferece aos idosos independentes ou não, o máximo de conforto e qualidade de vida em um ambiente completamente integrado à natureza. Estamos nos referindo ao Nova Belluno Residencial Geriátrico. Localizado no município de Siderópolis, o complexo é emoldurado por uma área verde de dez hectares, configurando um verdadeiro refúgio em meio à natureza e com a facilidade de estar próximo a diversas cidades da região, entre elas, Criciúma, Nova Veneza, Cocal do Sul, Urussanga e Morro da Fumaça.

O empreendimento foi inaugurado há três anos abrange uma área de 1700m² de área construída, distribuídos em diversos ambientes. Recepção, enfermaria, acomodações, sala de estar, cozinha, refeitório, biblioteca, sala de informática e um salão de festas na área externa de frente para o lago compõe o residencial.

Tanto nos espaços internos e externos, luzes, mobília e equipamentos de segurança são rigorosamente adaptados às necessidades dos idosos e seguem todos os padrões de exigências de segurança definidos por regulamentação. Os idosos possuem um quadro de diversas atividades durante o dia, como terapia ocupacional, educação física, fisioterapia entre outras coisas.

Entre em nosso grupo e receba as notícias n o seu celular. Clique aqui

Idealizadores

Idealizado há três anos pelo médico geriatra, Álvaro Barcelos e por seus sócios o médico hematologista, Vitor Ricci, o clínico geral emergencista, Vitor Benincá e o médico anestesista e especialista em dor, João Henrique Araújo. Hoje são 38 pessoas que residem no local, com idade a partir de 50 anos e que recebem atendimento de uma equipe formada por 52 profissionais. “Nosso objetivo no residencial geriátrico é de relação humana aliado ao cuidado técnico”, considera o médico, João Henrique Araújo.

Atendimento

Há um ano a professora aposentada, Rosa Dal Farra, 79 anos, que possui a doença de Alzheimer, recebe os cuidados no residencial. Ela era atendida por cuidadores e por familiares em sua residência, até que seu quadro de saúde se agravou e ela passou a residir na Nova Belluno. Sua irmã, Maria Dal Farra, revela que inicialmente teve uma certa restrição e conta que fez um contrato de apenas um mês.

“Mas durante esse período percebi uma diferença para melhor na Rosa. A equipe multiprofissional presta um trabalho eficiente de fato como um ser humano precisa. Possuem um olhar integral sobre as pessoas e sobretudo tem muito carinho pelo paciente. Faço visitas diárias e estou feliz com o resultado”, conta satisfeita sobre o atendimento com sua irmã.

O projeto propõe três frentes de atuação:

Clínica– onde a proposta é que o idoso se hospede em suítes individuais ou coletivas e enfermaria para os acamados. Já a hospedagem geriátrica temporária é a modalidade onde os idosos ficam nas instalações por tempo determinado. Ela possibilita que filhos ou responsáveis, se ausentem durante um período estipulado, com a certeza de que seus entes queridos estarão sendo bem cuidados em um ambiente acolhedor, familiar e com diversas atividades.

Hospedagem pós- cirúrgica–  recebe pessoas idosas, que passaram por algum tipo de intervenção cirúrgica e que precisam de assistência após a alta hospitalar, deixando os cuidados necessários a cargo da clínica, proporcionando tranquilidade aos internos e familiares.

Temporária- aloja os idosos por um período determinado. Muitas vezes, os familiares vão viajar e os idosos não querem ou não podem acompanhar. Nesses casos, o idoso pode ficar no residencial pelo período acordado. Não há um limite mínimo. Pode ser apenas por um fim de semana, por exemplo.

Projetos Futuros

Condomínio fechado– em fase de implantação, consiste na construção de um condomínio fechado exclusivo para idosos. “Serão em torno de 100 casas, exclusiva para moradores independentes da equipe de enfermagem, mas que querem desfrutar de um ambiente inteiramente destinado às necessidades da melhor idade, o que inclui alimentação saudável e balanceada, atividades recreativas e lazer nos espaços internos e externos. A ideia é de que as obras iniciem no próximo ano”, informa o médico João Henrique Araújo.

Além disso, o Nova Belluno terá uma unidade em Tubarão, o projeto de construção e ampliação terá início no próximo ano. “Irá funcionar com o mesmo perfil da Nova Belluno de Criciúma, é um grande desafio, mas queremos nos consolidar como uma empresa de melhor cuidado e know-how Sul de idosos do Brasil”, aposta.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.