Professora desenvolve pesquisas nos Estados Unidos

A professora doutora da Unesc, Tatiana Barichello é um dos pesquisadores que tem levado o nome do Brasil para o exterior. Membro do Departamento de Psiquiatria da Universidade do Texas, em Houston, ela desenvolve estudos nos Estados Unidos em parceria com professores e alunos do PPGCS (Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) da Unesc, que é a única instituição brasileira com a qual a Universidade do Texas, possui parceria.

Na última semana, Tatiana esteve em Criciúma para conversar com os pesquisadores do Laboratório de Fisiopatologia Experimental da Unesc, incluindo o professor doutor Felipe Dal Pizzol, com o qual a professora desenvolve pesquisa na área da Doença de Alzheimer, e foi recebida pela reitora Luciane Ceretta. Além disso, a professora apresentou suas pesquisas em um seminário com professores e alunos do PPGCS.

Tatiana realiza estudos com infecção e inflamação, incluindo pesquisas envolvendo os temas em doenças psiquiátricas. Segundo a professora da Unesc, o foco do estudo agora será meningite e sepse e a avaliação de inflamações no dano cognitivo em longo prazo. O trabalho está sendo desenvolvido em parceria entre a Universidade do Texas e a Unesc e segundo a professora doutora, a troca de conhecimento em decorrência desta parceria é importante para a formação acadêmica e o desenvolvimento da ciência. “Faz parte da Unesc esta preocupação com a pesquisa aliada ao ensino e a extensão e isso ocasiona mais oportunidades de conhecimento. Os professores e alunos daqui têm essa característica de se interessar bastante por ir além da sala de aula. E o pesquisador brasileiro é reconhecido pela disposição para o trabalho”.

Atualmente, Tatiana desenvolve as seguintes pesquisas: “Avaliação dos efeitos da N-acetilcisteína e da Deferoxamina no dano cognitivo e neuroquímico de ratos adultos induzidos a meningite pneumocócica”; “Identificação dos parâmetros bioquímicos do liquido cefalorraquidiano de neonatos com meningite asséptica e bacteriana”; “Avaliação das citocinas em estruturas cerebrais de ratos neonatos, jovens e adultos induzidos a meningite pneumocócica” e “Avaliação comportamental e neuroquímica de ratos Wistar adultos submetidos a meningite pneumocócica”.

Tatiana Barichello

Graduada em Farmácia Bioquímica pela UFSC, possui especialização em Microbiologia Clínica pela Universidade Católica do Paraná, mestrado em Ciências Biológicas: Bioquímica, pela UFRGS e doutorado em Ciências Biológicas: Bioquímica, pela UFRGS. Atualmente é professora de Microbiologia Clínica, Parasitologia Clínica e do PPGCS (Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde) da Unesc. Atuando em pesquisa na área de Microbiologia Experimental e Fisiopatologia das doenças infecciosas.

Em 2011, Tatiana foi a única pesquisadora de Universidade Comunitária do Brasil na lista de vencedoras do Prêmio ABC/L’Oreal/Unesco. A honraria é uma forma da Academia Brasileira de Ciências, da L’Oreal e da Unesco reconhecerem e estimularem a continuidade das brilhantes carreiras científicas. A conquista foi assegurada com a pesquisa “Avaliação comportamental, neuroquímica e a integridade da barreira hematoencefálica em cérebro de ratos jovens induzidos a meningite pneumocócica”. O trabalho premiado de Tatiana teve como objetivo pesquisar o funcionamento do organismo durante as doenças infecciosas que acometem o sistema nervoso central.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.