Passado, presente e futuro reunidos para comemorar os 50 anos da Unesc

Meio século de uma história construída com a participação da comunidade foi celebrada na noite de ontem pela Unesc. O aniversário da Instituição foi comemorado em uma sessão solene do Consu (Conselho Superior Universitário) com a participação de acadêmicos, professores, funcionários e egressos da Universidade, pessoas da comunidade, profissionais e lideranças que marcaram a trajetória da Instituição e gestores da Unesc.

A reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, deu as boas-vindas aos presentes e lembrou que a Instituição foi construída com a participação de toda a região. “Este é um momento histórico. O dia em que nos reunimos para olhar e refletir sobre o passado com gratidão, e trabalhar no presente com olhos no futuro. Somos uma Universidade construída com a força da sociedade. Nascemos da iniciativa de lideranças locais com visão empreendedora da vida e da sociedade. Este dia 22 de junho de 2018 representa a vitória de todos que acreditaram no sonho da educação. Sonho este que nos move, de maneira ainda mais arrebatadora, cinco décadas após a instalação da primeira instituição de ensino superior do extremo sul catarinense. Mais tarde consagrada como a primeira universidade e hoje o grande orgulho desta região”, ressalta.

 

A reitora fez deferência ao fundador da Fucri (Fundação Educacional de Criciúma), Ruy Hülse, prefeito de Criciúma em 1968.  “Deste gesto do doutor Ruy Hulse, que refletiu ousadia, comprometimento e visão, hoje colhemos os frutos. Nossa região foi impactada por um período de desenvolvimento importante. Cinco décadas se passaram e hoje temos um caminho pavimentado no conhecimento e repleto de significados.

A Educação virá sempre em primeiro lugar, porque é ela quem protagoniza uma sociedade. Promove a cada novo amanhã a realização de sonhos. Essa é a herança deixada por todos aqueles jovens que reivindicaram uma escola de ensino superior no já longínquo 1968 e instituída pelo visionário Ruy Hulse”.

Em sua fala, Luciane agradeceu ainda aos ex-presidentes da Fucri e aos ex-reitores da Unesc – Edson Rodrigues, Antônio Milioli Filho e Gildo Volpato – e aos homenageados da noite, que representam a dedicação de muitas pessoas à Universidade, incluindo estudantes, professores e funcionários. “A Unesc é o conjunto de todos que por aqui passaram, de todos que aqui estão e de todos aqueles que ainda por aqui haverão de passar. Crescemos, sob os preceitos de uma missão muito simples, porém sempre desafiadora. A de educar, por meio do ensino, pesquisa e extensão, para promover a qualidade e a sustentabilidade do ambiente de vida. Na Unesc dos anos 2018, do alto dos seus 50 anos, novos caminhos se abrem. E estamos preparados para essas descobertas. Com os olhos voltados ao novo, sem medo do desafio, mas sem esquecer os valores, as pessoas, a ética”.

O ex-reitor da Unesc e atual secretário adjunto de Estado da Educação, Gildo Volpato, falou em nome dos homenageados na sessão solene. Segundo ele, o sentimento é de gratidão. “Cada um de nós, recebemos uma missão de conduzir e colaborar com a Instituição em um determinado momento histórico e contexto. Não tenho dúvidas que cada um de nós fez o que pode para o desenvolvimento da Unesc, com o apoio de toda a comunidade interna e externa. Penso que tomamos em cada época, decisões acertadas, por nos tornamos uma Universidade grande do ponto de vista quantitativo, com nossos 13 mil estudantes e qualitativo, sendo reconhecida no ensino, na pesquisa e na extensão. Esse é o momento de agradecimento pela oportunidade de termos feito parte da história da Unesc. Que venham os próximos anos. Junta à comunidade, a Unesc está preparada para o futuro”, afirmou Volpato.

O presidente da Acafe (Associação Catarinense das Fundações Educacionais), Günther Lother Pertschy, afirma que Santa Catarina é um exemplo de estado em que o desenvolvimento social e econômico tem a contribuição íntima das Universidades Comunitárias. “Falar sobre uma Instituição Comunitária, falar sobre a Unesc, resume-se em emoção, história e sucesso. Em cada local onde fazemos presença através das nossas instituições, sabemos que fazemos a diferença. O modelo de Universidade Comunitária é único no Brasil. Somos muito jovens e temos muito a contribuir. Somos instituições que pensam na qualidade do ensino e nos mantemos firme em fazer pesquisa, um ensino de qualidade e a extensão comunitária. Parabéns a esta comunidade, pois a Unesc nasceu dela. Comemorem muito esses primeiros 50 anos. Da forma que está sendo conduzida e das lideranças que vão dar continuidade, iremos comemorar muitos outros 50 anos da Unesc”.

O secretário de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, salientou que a parceria da Unesc com os órgãos públicos é essencial para a comunidade regional. “Vamos continuar sendo parceiros. Vamos continuar apostando nos talentos que serão formados e estar de mãos dadas. Essa Instituição tem o diferencial de fazer acontecer pelas pessoas. Parabéns Unesc!”.

O presidente do DCE (Diretório Central dos Estudantes), Alexandre Bristot, ressaltou que a construção de uma Universidade Comunitária como a Unesc é feita por muitas pessoas. Ele lembrou dos serviços prestados pela Instituição para a comunidade como nas Clínicas Integradas e a Unidade Judiciária de Cooperação e da atuação dos estudantes, os protagonistas da Universidade. “Nada pode vencer a união de tantas pessoas que querem fazer o melhor”.

Também participaram da cerimônia o vice-reitor, Daniel Preve; a pró-reitora Acadêmica, Indianara Reynaud Toreti; o pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Thiago Fabris; a presidente da Associação dos Pós-graduandos, Tatiane Belettini; o vice-prefeito de Criciúma, Ricardo Fabris; o presidente da UCE (União Catarinense dos e das Estudantes), Lucene Magnus; a deputada estadual Ada de Luca; o presidente da Amrec, Helio Cesa e o vereador Ademir Honorato.

Parabéns a você

Performances envolvendo artistas da região, estudantes do Colégio Unesc e da Universidade foram realizadas durante o evento sob a coordenação do Setor de Arte e Cultura. Os presentes ainda participaram do corte do bolo em comemoração ao cinquentenário. A Unesc ainda ganhou um coro de “Parabéns a você”.

Nasce a Universidade Comunitária da região

A Fucri (Fundação Educacional de Criciúma), fundada em 22 de junho de 1968, pela Lei Municipal número 697, durante o governo de Ruy Hülse, foi a primeira escola de nível superior criada no Sul de Santa Catarina. A entidade emergiu de um movimento comunitário regional que culminou com a realização de um seminário de estudos em prol da implantação do Ensino Superior no Sul Catarinense.

Em 3 de junho de 1997, o CEE (Conselho Estadual da Educação) aprova por unanimidade o parecer do Conselheiro Relator e, em sessão plenária, em 17 de junho de 1997, também por unanimidade, aprova definitivamente a transformação em Unesc (Universidade do Extremo Sul Catarinense), tendo a Fucri como sua mantenedora.

Em 11 de agosto do mesmo ano, a Universidade recebeu sua homologação, que equivale à “Certidão de Nascimento”. Em 18 de novembro ocorreu a instalação oficial da Unesc, no Teatro Elias Angeloni, com a participação de autoridades, empresários, professores, alunos e funcionários da Instituição.

Homenageados na sessão solene do Consu

Ruy Hülse – Institui a Fucri

Walmir Antônio Orsi – Ex-diretor presidente Fucri

José Alfredo Beirão – Ex-diretor presidente Fucri

Rodeval José Alves – Ex-diretor presidente Fucri

Alfredo José da Veiga Neto – Ex-diretor presidente Fucri

Robison Westphal – Ex-diretor presidente Fucri

Altaniro Furlaneto – Ex-diretor presidente Fucri

Altair Guidi – Ex-diretor presidente Fucri

Aloisio Stüpp – Ex-diretor presidente Fucri

Enio Coan – Ex-diretor presidente Fucri

Laênio José Ghisi – Ex-diretor presidente Fucri

Edson Carlos Rodrigues – Ex-presidente da Fucri e ex-reitor da Unesc

Antonio Milioli Filho – Ex-presidente da Fucri e ex-reitor da Unesc

Primeiro Pró-reitor Administrativo

Gildo Volpato – Ex-presidente da Fucri e ex-reitor da Unesc

Luciane Bisognin Ceretta – Presidente da Fucri e reitora da Unesc

Luiz Gonzaga Gonçalves – Primeiro presidente do DCE

Vanilde Citadini Zanette – Aluno da primeira turma da Unesc

Adriana Farias – Funcionário mais antigo da Unesc, que ainda está em atividade

Guiomar da Rosa Bortot – Professor mais antigo da Unesc, que ainda está em atividade

Antonio Serafim Pereira – Primeiro diretor de Pós-graduação

Joel Modesto Casagrande – Primeiro diretor de Extensão

Rosemari de Oliveira Duarte – Primeira pró-reitora Acadêmica

Adelor Lessa – Participante do movimento estudantil que instituiu o processo democrático na Fucri

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.