JS Empreendimentos marca presença em 12 cidades do Sul e serra catarinense

Empresa expande atuação e investe no Distrito de Caravaggio com loteamento o Monte Verde

A expansão para novos municípios e regiões está nos planos de crescimento da JS Empreendimentos. Para tanto, a empresa tem apostado no lançamento de produtos em diferentes cidades, como no caso de Nova Veneza, que está recebendo o loteamento Monte Verde, no Distrito de Caravaggio.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Com o novo empreendimento – lançado oficialmente neste mês –, a JS passa a marcar presença em 12 municípios do Sul e serra catarinense. “Seguindo nossos planos de crescimento, queremos expandir para outras regiões mais distantes e, além disso, consolidar presença no Sul do Estado. Nova Veneza é um destes exemplos, onde não possuíamos nenhum empreendimento e decidimos apostar, primeiro com o Monte Verde e, em um futuro próximo, já com um segundo loteamento ao lado deste primeiro e com a execução de um condomínio em estilo rural”, argumenta o diretor de Operações da JS Empreendimentos, Leucimar Ceron.

Dentre os motivos que fizeram a empresa levar seus produtos para o município está a força econômica e turística da cidade. “Além de ter a questão de segurança bastante presente, por ser um lugar calmo para se morar. O Distrito de Caravaggio é extremamente tranquilo, perto de uma área industrial e perto de Criciúma, ou seja, possui muitos atrativos”, completa Ceron.

 

Monte Verde

Além de ficar em um distrito consolidado de Nova Veneza, o loteamento Monte Verde irá oferecer diversos benefícios para quem decidir adquirir um terreno para morar. Com poucas unidades em oferta – 49 lotes no total –, o empreendimento fica em um local com grande potencial de venda, por conta da alta demanda e pouca oferta de produtos semelhantes.

Além disso, conforme o gerente comercial da JS, Everton De Bona, o loteamento será em sua maioria asfaltado e contará com redes de água e energia, drenagem pluvial e iluminação pública. “Sem contar nos preços acessíveis, conciliados com condições de pagamento facilitadas a longo prazo pela construtora. Com tudo isso, nossa expectativa é que, dentro de três meses, já tenhamos encerrado as vendas”, finaliza De Bona.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.