Dic de Araranguá apreende cigarro eletrônicos

Repasse para seus amigos utilizando os links abaixo

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal de Araranguá, realizou na tarde de ontem, dia 6, uma fiscalização no camelódromo municipal de Araranguá para apurar uma denúncia de venda de cigarros eletrônicos, que são proibidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

A denúncia informava que um adolescente havia comprado o cigarro eletrônico ou caneta vapor, como é conhecido, em uma loja do camelódromo e estaria utilizando com outros adolescentes.

Com base na denúncia, os agentes da polícia civil e um agente da vigilância sanitária municipal se deslocaram até o local onde havia sido informado a venda e apreenderam alguns cigarros eletrônicos que estavam expostos no comércio.

Um registro de ocorrência foi confeccionado, e o indivíduo que realizou a venda poderá responder criminalmente.

Saiba mais

Segundo a Dic de Aararanguá, é importante frisar, que o cigarro eletrônico é de importação e comercialização proibida pela Anvisa desde 2009, e recentemente o aparelho virou alvo das autoridades americanas de saúde após o registro de sete mortes que podem estar ligadas ao seu uso.

Como funciona

O dispositivo funciona como vaporizador. O cartucho armazena nicotina líquida, água, aromatizantes e substâncias químicas, como glicerina e propilenoglicol, que conduzem a nicotina até o pulmão do usuário.

Repasse para seus amigos utilizando os links abaixo

Apreensão, Araranguá, DIC