Câmara de Criciúma recebe representantes da Otto Capital

Reunião contou com a participação do secretário Municipal da Fazenda e do diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação

A Câmara de Vereadores de Criciúma recebeu na tarde desta quarta-feira, dia 24, representantes da empresa paulista Otto Capital. A reunião contou com a presença do Secretário Municipal da Fazenda, Celito Cardoso, e do diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, Aldinei Potelecki, do presidente da Casa, Arleu da Silveira (PSDB) e dos vereadores Manoel Rozeng (DEM), Roseli de Lucca (PSDB), Salésio Lima (PSD) e Toninho da Saúde (PDT).

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

O encontro ocorreu diante de um estudo da possibilidade da abertura de um Banco Municipal, questionado em requerimento pelo presidente do Legislativo Criciumense, Arleu da Silveira (PSDB), na Sessão Ordinária do dia 9 de fevereiro de 2021. “Tivemos a satisfação de receber a empresa Otto Capital aqui na Câmara. Eles trouxeram algumas alternativas de um banco digital para que o cidadão possa ter um microcrédito apreciado com maior rapidez, principalmente nesse momento de pandemia que as empresas consigam isso mais rápido, com menos juros e burocracia”, destacou o presidente.

O Secretário da Fazenda falou sobre a importância da reunião realizada nesta quarta-feira. “Nós começamos a entender que rumo isso irá tomar. Já começa a viabilizar a ideia da criação desse Banco Municipal, desde que seja nesse conceito digital, com uma estrutura mínima e um volume de serviço extenso. Nós vamos oferecer serviços que aumentam a liquidez do município e viabilizam para o contribuinte formas suaves de pagamento”, frisou Celito.

Já o diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação de Criciúma comentou sobre as possibilidades de ofertas aos empreendedores criciumenses. “Isso nos abre a possibilidade de ofertas de microcrédito para nossos empreendedores que neste momento de pandemia necessitam muito de operações de crédito para ter um capital de giro e superar essa situação”, pontuou Potelecki.

Colaboração:  Fabrício Júnior/Câmara Municipal de Criciúma

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.