Bombeiros não encontram vítima que teria caído em cratera que se abriu na Santos Dumont

Secretário de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana esclareceu ocorrência registrada na noite dessa quarta-feira, dia 21

Possível vítima que teria caído em uma cratera que se abriu na Avenida Santos Dumont, na noite dessa quarta-feira, dia 21, não foi encontrada. O Corpo de Bombeiros de Criciúma foi acionado por volta de 20 horas para realizar as buscas. O fato aconteceu no bairro São Luiz, em Criciúma.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Conforme o Secretário de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana do município, Tita Belloli, o buraco foi aberto na terça-feira, dia 20, pela empresa Itajuí para instalação de uma rede da Companhia Catarinense de água e Saneamento (Casan). Devido ao rompimento desta tubulação, o buraco encheu de água aumentando de tamanho. Segundo o Corpo de Bombeiros, o local estava bem sinalizado, com telas de cerca de 80 centímetros de altura. “Os bombeiros viram que não tinha como alguém cair ali, mas decidimos mesmo assim realizar as buscas no local”, afirmou o secretário.

Além do Corpo de Bombeiros e da Secretaria, também atenderam a ocorrência a Defesa Civil de Criciúma, Departamento Municipal de Trânsito (DTT), Polícia Militar (PM) e Casan. A companhia de água fez o fechamento de adutora do local, com a finalidade de diminuir o volume de água. Após o buraco ser esvaziado, foi realizado uma varredura no local, que constatou que não havia nenhuma vítima. Após os trabalhos, o local foi isolado e ficou aos cuidados das empresas responsáveis pela obra.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.