Árbitro relata em súmula ameaça de Argel

O árbitro Rodrigo D’Alonso Ferreira relatou em súmula o motivo da expulsão de Argel Fucks em sua estreia na derrota de hoje, 25, para o Figueirense por 1 a 0.  Apesar de o técnico garantir que somente reclamou de um lance, D’Alonso confirma que o comandante tricolor teria se exaltado com o assistente.

“Foi expulso aos 21 minutos de primeiro tempo, o Sr. Argelico Fucks por persistir em reclamar contra as decisões da arbitragem gesticulando de forma ostensiva com os braços abertos. Mesmo após ter sido advertido verbalmente pelo assistente 1 e pelo 4° árbitro continuou a reclamar, com o dedo em riste, apontando em direção ao rosto do assistente 1, proferindo as seguintes palavras para o mesmo de forma exaltada: “Só fala comigo uma vez! Você não fala mais comigo! Não fala mais comigo porra! Não vai me ameaçar!””, relatou o árbitro.

Ainda de acordo com a súmula, Argel teria feito ameaças. “Em ato contínuo, após ser expulso, com a mão na boca, disse ainda para o assistente n° 1: “O presidente vai te punir!””.

Na saída de campo Argel foi apoiado pelos torcedores do Tigre. O técnico não poderá estar em campo na partida contra o Concórdia, no próximo sábado, 3, pela 11ª rodada do Catarinense.

 

Argel entrou em campo antes dos jogadores e foi aplaudido pela torcida. Na expulsão, também recebeu o apoio dos carvoeiros.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.