Polícia Militar recebe doação de terreno para instalação da Cavalaria

Área de mais de 10 mil metros quadrados, avaliada em R$ 250 mil, está localizada na Vila Floresta II

A Polícia Militar (PM) de Criciúma terá um espaço próprio para a cavalaria. O terreno, de mais de 10 mil metros quadrados, localizado no bairro Vila Floresta II e avaliado em R$ 250 mil, foi doado pelo Governo Municipal em ato no Salão Ouro Negro da prefeitura, na tarde desta segunda-feira, dia 3. Atualmente, a cavalaria da PM está em um espaço alugado no bairro Quarta Linha.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

“Esta não é apenas uma doação, é um investimento em mais segurança. Com espaço próprio a Polícia Militar poderá se instalar definitivamente e ampliar ainda mais os serviços prestados pela cavalaria”, destacou o prefeito Clésio Salvaro, lembrando que para o espaço físico já estão depositados R$ 300 mil, que foram para a PM por meio de emenda do deputado Kennedy Nunes.

O comandante do 9º Batalhão da Polícia Militar, de Criciúma, Sandi Muriz Medeiros Sartor, agradeceu ao governo e enfatizou a importância da iniciativa para a PM. “Estávamos bem instalados, mas o local não era próprio, nos adaptávamos, mas nada melhor que um terreno grande e bem localizado para facilitar o deslocamento e o trabalho”, disse o comandante, acrescentando que “mesmo a cavalaria saindo do bairro Quarta Linha, a comunidade continuará sendo protegida por uma viatura exclusiva 24 horas”.

A doação do terreno foi aprovada por unanimidade pelos vereadores e a aprovação foi capitaneada pelo vereador, Obadias Benones. “Fico muito feliz em contribuir com a Polícia Militar e com a população”, afirmou o vereador. Além do terreno, o Governo Municipal também fez a doação de um automóvel zero-quilômetro para a Agência de Inteligência da PM, também aprovado por unanimidade.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.