Mulher confessa ter levado filho de 7 anos dopado em mala e atirado no rio

A Polícia Civil informou, nesta sexta-feira, 30, que prendeu em flagrante uma mulher de 26 anos que confessou ter matado o próprio filho, de 7 anos, em Imbé, no Litoral Norte gaúcho. A prisão por homicídio ocorreu na quinta-feira, 29.

Segundo a polícia, a criminosa procurou uma delegacia para registrar o desaparecimento do menino, mas acabou confessando ter dopado a criança e arremessado o seu corpo no rio Tramandaí. A participação da companheira da mulher no crime está sendo investigada.

As buscas pelo corpo do menino por mergulhadores do Corpo de Bombeiros iniciaram na quinta-feira e estão sendo usadas lanchas, jet-ski e contam com apoio de helicóptero . Ele ainda não foi encontrado. Uma mala de rodinhas que a mulher teria usado para transportar a criança até o rio foi apreendida. Conforme a polícia, a assassina também confessou que o menino sofria torturas físicas e psicológicas porque era “teimoso”.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Responsável pelo caso, o delegado Antônio Carlos Ractz Júnior solicitou ao Judiciário a conversão da prisão da mulher em preventiva. Ela deve ser indiciada por homicídio qualificado (meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima) com majorante (praticado contra pessoa menor de 14 anos) e agravante (cometido contra descendente), ocultação de cadáver e resistência.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.