Dia de campo sobre pitaia atrai mais de 100 produtores

Mais de 100 pessoas participaram de um “Dia de Campo” sobre pitaia, na propriedade de Zelavir Martinello, em Forquilhinha, que teve como foco as boas práticas agrícolas para implantação, planejamento e manejo da pitaia, bem como a sanidade e o controle de pragas e doenças do pomar.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

O Dia de Campo, realizado na tarde da última sexta-feira, 23, foi dividido em três estações, sendo a primeira sobre fitossanidade e controle de pragas e doenças ministrado pelos pesquisadores da Estação Experimental da Epagri de Urussanga, Dr. Mauro Júnior e a pesquisadora Érica De Lorenzi.

Na segunda estação foi debatido sobre manejo do solo e adubação, com o técnico em agropecuária de Forquilhinha, Realdino Busarello, e a terceira estação ficou a cargo do engenheiro agrônomo Ricardo Martins, extensionista rural de Maracajá, abordando  implantação do pomar, tratos culturais e manejo geral do pomar de pitaia.

De acordo com o coordenador do evento, Ricardo Martins, foi surpreendente a participação além do esperado, contando inclusive com agricultores de outros estados e abrangendo participantes de 12 municípios da região.”Com certeza foi um evento de extrema importância para a cultura da pitaia e para o empoderamento do conhecimento do agricultor a respeito da cultura”, salientou Ricardo.

O evento teve apoio das secretarias de agricultura da Prefeituras de Forquilhinha e Maracajá e a coordenação geral esteve a cargo do engenheiro agrônomo Diego Adílio da Silva, responsável pelo projeto fruticultura das regiões de Araranguá e Criciúma da Epagri.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.