Cursos gratuitos em parceria com o SENAR serão disponibilizados em Maracajá

Com o objetivo de capacitar os cidadãos do meio rural, para que eles possam empreender novos negócios, criar empregos e gerar renda familiar, a prefeitura de Maracajá por meio do Departamento de Assistência e Bem-Estar Social fechou na última sexta-feira, dia 15, uma parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/SC), para ofertar aos maracajaenses cursos de qualificação.

            A diretora do Departamento de Assistência e Bem-Estar Social, Suelen Calegari Monteiro Zandonadi e a primeira-dama de Maracajá, Maria Claudete Rocha Brambila, se reuniram com a Supervisora Regional do SENAR, Sueli Silveira Rosa, para concretizar a parceria e definir os cursos que serão ofertados no município. “A partir de março ofereceremos curso de informática, aproveitamento integral de alimentos, produção caseira de pães e biscoitos, produção de frango e ovos caipiras, processamento de carnes de frango e porco, cultivo de plantas medicinais e o programa mulheres em campo”, detalha a diretora Suelen.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

            A primeira-dama Claudete Brambila, explica que o SENAR vai disponibilizar o instrutor, equipamentos e os alimentos para o curso, já a contrapartida do município é oferecer o espaço físico adequado para cada curso.

            O prefeito de Maracajá, Anibal Brambila, destacou a importância de fortalecer elos com uma instituição de credibilidade como o SENAR em prol da população. “A nossa gestão vai centrar esforços para oportunizar a qualificação no meio rural, pois dessa forma estamos criando condições para que os cidadãos desenvolvam novas técnicas, agreguem conhecimento e aumentem a renda familiar. Essa parceria com o SENAR é primordial para alcançarmos nossos objetivos “, disse.

Inscrições

As inscrições iniciam nesta quarta-feira, dia 20, e devem ser feitas no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), das 8h30 às 17h30min. As inscrições são gratuitas e podem participar pessoas a partir dos 16 anos.

Segundo a diretora do Departamento de Assistência e Bem-Estar Social, Suelen Calegari Monteiro Zandonadi, neste início de ano serão disponibilizadas 10 vagas por cursos devido à pandemia. “As turmas serão reduzidas para seguirmos as recomendações de segurança de combate ao Covid-19, como obrigatoriedade do uso de máscaras, aferição de temperatura, distanciamento e disponibilizaremos álcool em gel”, enfatiza.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.