Visite a exposição “OBA-OBA”

Para aproximar os acadêmicos da arte e da cultura dentro da Universidade, a Unesc realiza a exposição “OBA-OBA”. A mostra traz as obras de autoria de Gilberto Pegoraro e Jussara Guimarães e estão expostas na Sala Edi Balod, localizada no Bloco Administrativo até o dia 23 de fevereiro de 2018. O nome “OBA-OBA” remete ao apelido usado nas décadas de 70 e 80, para referir-se ao Bloco de Artes da Fucri (atual Bloco Z).

A exposição vem com o intuito de resgatar parte da história dos artistas, que foram nomes importantes para os ateliês de Gravura e Serigrafia e de Escultura e Cerâmica do curso de Artes Visuais. Ela é gratuita e organizada pelos acadêmicos da quarta fase de Artes Visuais da Unesc.

“A mostra é um projeto desenvolvido durante a disciplina de Museologia em Arte e Expografia e o objetivo dessa atividade é por em prática os conceitos e processos discutidos durante as aulas”, explica a professora da disciplina e coordenadora da exposição, Daniele Zacarão.

De acordo com a professora, os alunos se empenharam integralmente para a realização da atividade. “Eles se apaixonaram pelo trabalho dos artistas. Realizaram entrevistas, pesquisaram em arquivos e visitaram coleções. Também estão organizando um pequeno documentário a partir de todas as referências coletadas”.

A acadêmica Helen Macedo faz parte do grupo que organizou a exposição. “Nós dividimos as funções entre turma e desenvolvemos o processo. Foi muito interessante, pois tivemos que ir atrás de tudo e descobrir realmente como se organiza e monta uma mostra de arte”.

A escolha de Pegoraro e Jussara partiu dos próprios acadêmicos. Os artistas foram professores do curso, que nomeiam dois ateliês dentro da Unesc. “Tivemos um pouco de trabalho na coleta das informações e das obras. Realizamos pesquisas com as pessoas que foram mais próximas dos artistas para conseguir isso. Muitos moradores da cidade não os conhecem, sendo que a Jussara por exemplo, teve suas obras expostas até no exterior”, ressalta Helen.

A abertura ocorreu na última semana e contou com a participação de artistas do Sul do Estado, que utilizaram do momento para fazer declarações sobre a importante atuação de Pegoraro e Jussara para o desenvolvimento da arte local.