[VÍDEO] Senta que lá vem história – 1º de maio: como surgiu o Dia do Trabalhador e por que ele é tão importante

O Dia do Trabalho, celebrado no próximo dia 1º de maio é um marco na história mundial para comemorar todas as profissões. Desde a Revolução industrial, o conceito de trabalho vem sofrendo com consequentes alterações. Toda a transformação, porém, manteve uma constância: o papel humano. Valorizar o trabalhador é, portanto, um importante papel de todas as empresas, organizações e institutos.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

O dia 1º de maio tornou-se a data para celebrar o trabalhador após uma onda de manifestação nos Estados Unidos. Em 1886, os norte-americanos foram às ruas das maiores cidades do país para reivindicar a redução da carga horária máxima de trabalho por dia.

Após as manifestações, houve a redução da jornada de trabalho para 8 horas diárias. Essa carga é seguida, atualmente, pela maioria dos países e órgãos de regulamentação das profissões.

A luta norte-americana foi reconhecida em 1890 pela Europa, que fixou o primeiro dia do mês de maio como o “Dia do Trabalhador” — ou dia do trabalho. A data foi marcada por cerimônias e comemorações que, aos poucos, foram difundidas por todo o mundo.

Curiosamente, nos Estados Unidos, a data é comemorada em outra ocasião: na primeira segunda-feira do mês de setembro.

“Oito horas diárias sem redução no salário” era o slogan dos manifestantes que foram às ruas de Nova Iorque, Detroit, Chicago, Milwaukee e outras cidades dos Estados Unidos. A passeata foi um marco importante para a greve geral realizada no dia 1 de maio de 1886.

Uma série de eventos, desencadeados a partir de 1º de maio, tornou um símbolo da luta pelos direitos trabalhistas.

Explico melhor toda essa história neste vídeo abaixo, vem conferir:

Como podemos ver, a criação do Dia do Trabalho está relacionada às lutas e às manifestações. As empresas estão cada vez mais conscientizando de que o capital humano é o principal valor e fonte de crescimento e expansão.

Em vários países, a data é um momento de reflexão da força de trabalho sobre o seu papel dentro das organizações. Por esse motivo, diversos países celebram a data com manifestações nas ruas e passeatas.

Para as organizações, investir na valorização dos trabalhadores é conseguir fortalecer o ambiente positivo — favorecendo o clima organizacional. Quando a pessoa se sente parte ativa da empresa, a tendência é de um envolvimento maior. Dessa forma, torna-se possível conseguir altos índices de performance e desempenho.

 

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.