Anúncio

[VÍDEO] Irmãos gêmeos pugilistas estão de volta a Criciúma

Após nove meses, representando a cidade de Santana de Parnaíba em São Paulo (SP), no boxe, os irmãos gêmeos, criciumenses, Gustavo e Guilherme de Oliveira Rodolfo, 19 anos estão de volta à sua terra natal. A ida para São Paulo, surgiu por meio de um convite do atual campeão mundial e ídolo dos irmãos, Patrick Teixeira de Sombrio. E foi no município, localizado na Zona Oeste da Região Metropolitana de São Paulo, que os gêmeos participaram de diversos campeonatos de boxe e trouxeram muita experiência.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

Anúncio

“Fomos medalha de bronze no campeonato paulista e prata na Copa Talento Juvenil”, destaca Guilherme que é graduado na categoria meio pesado 81 quilos e Gustavo, que atua na categoria peso pesado 91 quilos.

Com a morte do empresário e aficionado pelo boxe Eduardo Melo Peixoto, em agosto do ano passado, os jovens resolveram retornar para cá, e determinados já planejam trazer títulos para a cidade e Santa Catarina. Em novembro do ano passado, Guilherme representou o Estado, no campeonato brasileiro no Rio Grande do Sul. 

“Foi um campeonato especial de muita qualidade técnica. Estamos treinando agora com Didio Soares e Emerson Braz Chumbo, eles nos abraçaram”, falam confiantes.

Mas no momento, devido a pandemia Gustavo e Guilherme realizam seus treinos diários em casa, no bairro São Francisco, a espera de que tudo isso acabe para voltarem aos ringues. “Estamos também buscando apoio para manter nosso treino”, revelam os jovens pugilistas.

A paixão pelo pugilismo

A história dos irmãos no boxe teve início em 2013, aos 12 anos de idade. Preocupado com o excesso de peso dos filhos, o pai Eduardo Rodolfo, escolheu o esporte na tentativa de buscar a forma física aos rapazes tudo com o apoio da mãe Simone. E além da perda de peso, acabaram ganhando muito mais, o pugilismo se tornou a profissão e a paixão dos jovens garotos.

“O boxe exige muita disciplina e dedicação e acabamos nos apaixonando pelo esporte”, revelam os jovens.

Entre os sonhos, está o de serem campeões mundiais, como seus ídolos, os também irmãos gêmeos e boxeadores, Charlo dos Estados Unidos, e assim ajudar seus pais e familiares.

“Nosso objetivo é de competir pelo boxe amador, para ganhar experiência, pois nossa meta mesmo é o boxe profissional e crescer pelo mundo”, apostam.

 

Vídeos:

 

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.