[VÍDEO] Criciúma adere à greve paralisação geral desta sexta-feira

Esta sexta-feira, 14 de junho, está sendo de mobilizações e paralisações contra a Reforma da Previdência. Em todo o país, mais de 170 cidades aderiram à greve geral em defesa da aposentadoria, contra os cortes na educação e por empregos.

Em Santa Catarina, quase 20 municípios de todas as regiões do Estado estão participando.  Em Criciúma, um grupo se reuniu na Praça da Chaminé, na grande Próspera e segue pela Avenida Centenário em direção a Praça Nereu Ramos.

Organizada pela CUT e demais centrais sindicais – CTB, CSB, UGT, CSP- Conlutas e Intersindical – a greve geral ganhou a adesão das mais diversas categorias de trabalhadores, dos movimentos sociais e estudantis.

Desde as primeiras horas desta sexta-feira até o início da noite ocorrerão paralisações, atos e ações para mostrar que os trabalhadores e trabalhadoras não aceitam a Reforma da Previdência.

Para a presidenta da CUT-SC, Anna Julia Rodrigues, o tamanho das mobilizações de 15 e 30 de maio mostram que a greve geral desta sexta-feira será ainda maior “Em todos os municípios, os sindicatos da CUT estão à frente das mobilizações com as entidades das outras centrais, com os movimentos sociais e com os estudantes. Somente com unidade conseguiremos barrar a destruição da previdência e da seguridade social”, afirmou.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.