Anúncio

Vem ai a propaganda eleitoral

Semana começa com os últimos ajustes dos candidatos em seus programas de rádio e televisão. A propaganda eleitoral gratuita começa na próxima sexta-feira. A campanha deste ano tem algumas novidades. A primeira delas é que o programa em bloco será destinado apenas aos candidatos a prefeito. Serão duas inserções diárias no rádio e na televisão com duração de 10 minutos cada. Será de segunda a segunda, do dia 9 de outubro ao dia 13 de novembro. Já os candidatos ao legislativo terão direito as inserções que ocorrem no meio da programação das emissoras. E tempos de pandemia, de campanha curta e tão diferente, prender atenção dos eleitores nestes programas vai ser fundamental para consolidar a posição ou para garantir uma virada no processo eleitoral. Criciúma, Içara, Morro da Fumaça, Orleans, Urussanga, Lauro Muller e Forquilhinha são as cidades onde o rádio vai fazer a diferença. Nas outras cidades da Amrec, onde não há emissoras, a saída é apelar para as redes sociais e para o tradicional e eficiente boca a boca.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

 

Anúncio

Em Içara

Clima ficou quente durante o fim de semana entre as campanhas de Alex Michels e Arnaldinho Lodetti. O motivo foi uma reunião na região do bairro Esplanada. O encontro foi na casa do ex-vereador Oswaldo Vargas, que é pai de Bea Vargas, candidata a vice na Chapa de Alex Michels. Bea fez vídeo e postou nas redes sociais criticando a atitude, do outro lado informação é de que tudo rolou com autorização dos donos da casa.

 

Ainda em Içara

MDB recobrou ânimo depois que o prefeito Murialdo entrou na campanha. Nos últimos dias ele participou de uma série de encontros. Eventos que marcaram a campanha do 15 na cidade. Murialdo tem usado um texto do livro do Gênesis em suas manifestações. Cita a mulher de Ló, que virou estatua de sal ao olhar para trás enquanto fugia de Sodoma. “Içara não pode olhar para trás”, dispara sempre fazendo referência a candidata do PP Dalvania Cardoso.

 

Campanha começando

Conversei hoje na Massa Fm com a Kelli Barp Zanette. Ela é responsável pelo setor de imunizações da prefeitura de Criciúma e não esconde a preocupação com a baixa procura pelas vacinas em Criciúma. Esse, aliás, é um cenário que se repete em todo o país. Ele foi agravado pela pandemia, mas já faz um tempo há um grupo antivacina que está derrubando os índices de imunização em toda campanha. Esperança é que na campanha que está começando hoje, contra pólio e para ajustar a carteirinha da molecada, tenha um resultado diferente.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.