[VÍDEO] Trabalhadores do Samu encerram greve 

O acordo firmado vale somente para os funcionários da região de Criciúma e Araranguá

Em Assembleia na manhã desta sexta-feira, 10, no Parque das Nações em Criciúma, os trabalhadores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em greve deste a última terça-feira, 07, aceitaram a proposta da Ozz. O acordo firmado vale somente para os funcionários da região de Criciúma e Araranguá.

O acerto foi de receberem o reajuste salarial acumulado dos últimos quatro anos de 18,24% em quatro meses, no percentual de 4,56% ao mês, a partir da próxima folha de pagamento, referente ao mês de setembro, e meses subsequentes; um total de dez funcionários por mês usufruirão das férias, todos os funcionários terão pelo menos 60 dias de estabilidade e a falta no trabalho para reivindicação dos direitos será abonada.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

O presidente do Sindisaúde, Cleber Ricardo da Silva Cândido informou que havia um ponto pendente em relação a suspensão das ações impetradas pelo Sindicato de débitos antigos. “A Ozz pedia que fosse liquidados somente após o recebimento de verba do Governo do Estado, proposta não aceita pelo Sindicato”, informou.

Cândido avalia que a participação e união de todos os profissionais foi importante.  “É necessário lutar pelos nossos direitos sempre em nossa vida e nosso trabalho”, disse ele.

Durante os dias de greve, cerca de 50% do efetivo do total de 230 pararam.  São enfermeiros, motorista socorrista, Tarm e Rádio operadores da região de Criciúma e Vale do Araranguá.

Vídeo:

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.