Trabalhadores do Hospital Regional de Araranguá em greve a partir de terça-feira

Em Assembleias realizadas na quinta e sexta-feira, os trabalhadores do Hospital Regional aprovaram a paralisação das atividades a partir das zero hora da próxima terça-feira, por tempo indeterminado. Foram 68% de votos pela greve.

  O fato, explica o diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Saúde de Criciúma e região (Sindisaúde), Cleber Ricardo da Silva Cândido, é que o Instituto de Desenvolvimento, Ensino e Assistência à Saúde  (Ideas), gestor do hospital, recebeu a pauta de negociação, ignorou as reivindicações dos trabalhadores, retirou direitos e não senta para negociar com o sindicato há mais de 40 dias. “Mesmo com todas as  tentativas eles não querem se reunir e, ainda retiraram direitos como o feriado da jornada 12 x 36, a aumento do vale-alimentação e,  não efetuam mais contratações de funcionários em função  do excesso da demanda e sobrecarga dos trabalhadores. Estes funcionários historicamente são de luta e não vão aceitar esta falta de valorização e respeito com a sua mão-de-obra”, pontua o diretor.

 A categoria reivindica o aumento salarial, pagamento dos feriados na jornada 12×36 a proibição da terceirização e contratação.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.