Tiroteio deixa ao menos oito mortos em universidade na Rússia

Pelo menos oito pessoas morreram e 19 ficaram feridas após um ataque a tiros em uma universidade na cidade de Perm, na Rússia, na manhã desta segunda-feira, 20. Segundo as autoridades locais, o atirador foi identificado como um dos estudantes da universidade e foi ferido e preso depois de resistir a policiais.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Pelo aplicativo de mensagens Telegram, a instituição de ensino informou que o suspeito entrou no campus da universidade com “uma arma ofensiva” e abriu fogo. Alguns estudantes e professores se trancaram nas salas de aula durante o ataque e outros pularam das janelas do primeiro andar para escapar do prédio.

Um dos professores, Ivan Pechishchev, disse à emissora britânica BBC que viu alunos correndo e várias pessoas fugindo pelas janelas quando se preparava para ir dar uma aula. “Saltaram aos gritos”, afirmou. “Um dos alunos disse-me que era um tiroteio. Ouvi os sons dos disparos. Toda a gente começou a correr em várias direcções”, disse.

O comitê de investigação estadual disse que uma investigação criminal de assassinato foi aberta. Segundo notícias, o suspeito teria escrito nas redes sociais que se preparava para o ataque e que agia sozinho, sem motivos políticos ou religiosos.

A Rússia tem restrições estritas à posse de armas de fogo por civis, mas há algumas categorias de armas que podem ser adquiridas para caça, autodefesa ou esporte, uma vez que os possíveis proprietários passaram nos testes e cumpriram outros requisitos.

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.