Tigre segue sem pontuar na Série B

Somente a vitória interessava ao Tigre após três derrotas nas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro da Série B. A bola rolou debaixo de chuva no Heriberto Hulse na tarde desta terça-feira, feriado de 1º de maio, mas o torcedor compareceu para acompanhar o duelo contra o CSA de Alagoas. Porém, os pouco mais de dois mil e quinhentos presentes fizeram barulho, mas muitas vezes para vaiar a equipe.

O Tigre sofria com a falta de criatividade no ataque. E o que estava ruim, piorou aos 31 minutos, quando Didira livre de marcação chutou forte de fora da área, a bola desviou na marcação e entrou. A resposta do Criciúma veio com duas chances de Zé Carlos, na primeira o atacante recebeu na esquerda e ao tentar o corte para o meio, deixou escapar. A segunda, a mais clara do jogo, após boa jogada de Alex Maranhão, Zé recebeu sem goleiro e só tinha o trabalho de empurrar para as redes, mas não alcançou.

Melhora ofensiva, mas azar  defensivo

Ao que parece o intervalo serviu para dar uma sacodida no elenco tricolor, que voltou mais atento. Logo aos 5 minutos, Elvis cobrou escanteio e Sandro cabeceou no braço do zagueiro. O árbitro Elmo Alves Rezende Cunha anotou a penalidade que João Paulo cobrou, Alexandre Cajuru chegou a defender, mas a bola ultrapassou a linha. E os carvoeiros queriam a vitória, na sequência Nicolas recebeu pela esquerda e bateu cruzado, o goleiro do CSA rebateu e João Paulo pegou de primeira, mas o lateral Celsinho tirou em cima da linha.

Quando o Criciúma caminhava para o seu melhor momento na partida, Nino foi infeliz no recuo de bola e acabou surpreendendo o goleiro Luiz. O gol contra por cobertura do zagueiro do Criciúma desempatou a partida, para a impaciência do torcedor.

O jogo seguiu aberto com chances de gol para João Paulo e Sandro, mas quem ampliou foi o CSA com Didira novamente. O meia recebeu livre pela direita e tocou por cobertura na saída de Luiz para fechar o placar em 3 a 1. Zé Carlos ainda foi expulso no banco de reservas enquanto a torcida vaiava a péssima atuação do tricolor com gritos de “vergonha”.

Com a derrota o Tigre está na vice-lanterna da Série B ainda sem pontuar. Já o CSA, está na segunda colocação com 9 pontos. O próximo adversário do Criciúma será o Guarani, na próxima terça-feira, 8, no estádio Brinco de Ouro da Princesa.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.