Tigre perde em casa e amarga lanterna do Catarinense

Partida foi disputada na tarde deste domingo

O Criciúma, mais uma vez, tropeçou em casa e agora é lanterna do Campeonato Catarinense. Jogando na tarde deste domingo, dia 14, diante da Chapecoense, o Tigre foi derrotado, por 1 a 0, em pleno Estádio Heriberto Hülse. A partida foi válida pela 3ª rodada do Estadual.

O Criciúma volta a campo pelo Estadual no próximo domingo, dia 21. O time carvoeiro enfrentará o Figueirense, às 16 horas, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Antes, o Tigre encara o Marília (SP) na estreia da Copa do Brasil. O jogo será disputado nesta quarta-feira, dia 17, às 15h30min, no Estádio Municipal Dilzon de Melo, o Melão, em Varginha (MG).

O jogo

Primeiro tempo

Melhor na partida, a Chapecoense conseguiu abrir o marcador aos 17 minutos de bola rolando. Após bola levantada na área, a bola sobrou para Perotti. O centroavante não desperdiçou a oportunidade e mandou para o fundo da rede. Já o Criciúma, pouco levou perigo ao Verdão do Oeste.

 

Foto: Celso da Luz/Criciúma E.C

Segundo tempo

Para tentar virar o marcador, o Criciúma voltou do intervalo com mudanças na equipe. Hemerson Maria tirou o meia Vinícius Tsumita e colocou o atacante Marcus índio. Outra troca promovida pelo técnico foi a entrada do volante Adenilson no lugar do atacante Deividy.

Mesmo sem apresentar um bom futebol, aos 17 minutos o Tigre teve a chance de igualar o marcado. Hélder levantou na área e Matheus Anderson tocou de cabeça. Em seguida a bola tocou no braço de Busanello e o árbitro marcou pênalti para o Criciúma. No entanto, Mateus Anderson desperdiçou a melhor chance do time carvoeiro, batendo fraco e facilitando a defesa do goleiro.

 

Ficha técnica:

Criciúma 0 x 1 Chapecoense

Data: neste domingo, dia 14
Local: Estádio Heriberto Hülse
Horário: 16 horas.
Arbitragem: Diego da Costa Cidral, auxiliado por Eder Alexandre e Antônio Lourival da Luz
Cartões amarelos: Kadu, Mike e Ruan (Chapecoense)
Gols: Perotti, aos 17’ do 1ºT (Chapecoense)

Criciúma: Gustavo; Léo, Alemão, Marcel Scalese e Hélder; Eduardo (Rullian), Moacir e Vinícius Tsumita (Marcus Índio); Gabriel Silva (Pedrinho), Matheus Anderson (Eduardo Melo) e Deividy (Adenilson)
Técnico: Hemerson Maria

Chapecoense: João; Ronei (Anderson Leite), Hiago, Kadu e Mancha (Busanello); Alan Santos, Lima e Rafael (Matheus Ribeiro); Fernandinho (Lorhan), Mike (Ruan) e Perotti
Técnico: Felipe Matos

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.