Teste para melhorar o fluxo de ônibus no Pinheirinho é considerado positivo

Após os primeiros dias de teste para melhorar o fluxo de coletivos no bairro Pinheirinho em horário de pico, a Diretoria de Trânsito e Transporte (DTT) de Criciúma, tem avaliado a experiência positivamente. Desde o início da intervenção dos agentes de trânsito no local, na última segunda-feira,9, não foram registrados mais atrasos dos ônibus amarelinhos.

Os coletivos que circulam pelo local estavam com dificuldade de cumprir o horário em virtude das alterações de trânsito causadas pelas obras de prolongamento do Canal Auxiliar do Rio Criciúma, no bairro Santa Bárbara. Para melhorar o fluxo de quem transita no sentido Centro/Pinheirinho e Pinheirinho/Centro, bem como o acesso aos demais bairros da região, todos os dias entre às 17h e 19h o controle do tráfego fica a cargo dos agentes.

Como funciona

O trabalho está sendo realizado em frente ao Posto Barp, na Avenida Centenário, e na rua Nicolau Destre Napoleão, em frente à Escola de Educação Básica Coronel Marcos Rovaris. Para quem trafega no sentido Centro/Pinheirinho, a pista da direita estará livre na direção da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), Sangão e BR-101.

Já para quem vai fazer o retorno em frente ao Posto Barp, no sentindo Pinheirinho/Centro, o motorista deve tomar a pista do meio e aguardar a orientação do agente de trânsito para, então, fazer a conversão e assim seguir o caminho para o bairro Jardim Angélica. Para quem segue da Unesc, Satc ou Jorge Lacerda, em direção ao Centro, o semáforo estará intermitente e a orientação será do agente de trânsito.

Outras mudanças podem ocorrer na próxima semana

Segundo o gerente de trânsito da DTT, Paulo Borges, este será o procedimento no local até que se identifique outra situação possível. “Já foram testados dois sistemas, e ao longo da próxima semana podem ocorrer outras mudanças, dependendo da avaliação. O importante é escolher a opção que cause menos impacto para os moradores do Jardim Angélica e a sociedade”, explica o gerente.

“Todo o esforço que está sendo feito é para o bem coletivo. As ações realizadas naquele local são totalmente positivas. Desde o início dos testes o coletivo consegue chegar dentro do tempo estabelecido e o fluxo de veículos que segue em direção à Unesc ocorre em tempo normal”, avalia o diretor da DTT, Gustavo Medeiros.

Ainda de acordo com Medeiros, a medida vai durar até o término das obras do Canal Auxiliar, com previsão de conclusão em 30 de abril. “Depois disso vamos reavaliar o tráfego dos ônibus no local. Toda modificação está sendo feita para melhoria sempre do coletivo, não do individual”, lembra o diretor.

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.