Terceira edição Meia Maratona Caixa Criciúma é confirmada

“Percurso ótimo e organização excelente”. A palavra do campeão da categoria 21K, Rodinei Medeiros, resumiu, perfeitamente, a 2ª Meia Maratona Caixa Criciúma, que aconteceu neste domingo, 29 no Parque das Nações e percorreu toda a Avenida Centenário. Com 1032 participantes, o evento entra de vez no calendário esportivo da cidade e de Santa Catarina com uma grande novidade: está confirmada a terceira edição da prova para a temporada de 2018. “O sucesso nos permitiu ousar e aqui garanto a próxima meia maratona”, explica o idealizador do evento, Edson Luciano, também diretor da 3LR Sports.

A prova começou às 7h com uma largada de dar emoção e foi assim durante o percurso. No trajeto que cortou a cidade de Criciúma, um competidor liderou praticamente do início ao fim: Rodinei Medeiros. Ele manteve um ritmo intenso e não existiu obstáculo ou percurso que pudesse parar o ímpeto do atleta. “Estou há 17 anos nesta luta, comecei como militar, tentei continuar e estamos aqui. Sou do interior de Porto Alegre e vim correr aqui, com um dia muito bom e tudo deu certo”, frisa o esportista de 34 anos ao completar em uma hora, nove minutos e cinquenta segundos o percurso.

Quase 30 minutos depois, Ana Rita Dias Dornelles, de Uruguaiana e moradora há seis meses de Criciúma, mostrava no olhar a satisfação de chegar em primeiro lugar para subir no topo do pódio. “Foi muito bom participar e ficar na frente. Parabéns para a organização”, reconhece a campeã.

Show de simpatia

Enquanto os participantes encararam o trajeto de 5k, 10k e 21k, além da caminhada de 5k, o padrinho da prova, Vanderlei Cordeiro de Lima, percorria uma outra maratona: a do assédio dos fãs. Desde que pisou no Parque das Nações, por volta das 6h30min, ele, realmente, não teve nenhum tipo de sossego, apesar de não se importar e atender a todos carinhosamente. “É gratificante conhecer este carinho do povo, independente do que acontecer. A imprensa e a cidade me atenderam muito bem, estou muito feliz”, relata o padrinho.

Para o evento acontecer, os patrocinadores foram essenciais e ajudaram da melhor forma para consolidar este tipo de competição. A Caixa Econômica Federal acreditou no projeto e entrou forte para provar que foi apenas o início de uma longa parceria. “A Caixa incentiva o esporte brasileiro e aqui em Criciúma não foi diferente. Foi uma prova muito grande, com competidores em todo o Brasil e só provou que a marca da Caixa fortalece o evento. Realmente, estamos muitos satisfeitos com tudo isso”, frisa o gerente regional da superintendência da Caixa de Criciúma, João Claudio Vieira.

Atrativos à parte

Após o final da prova e antes da premiação, o professor Lucas Melo e Vanderlei Cordeiro de Lima deram um show de simpatia com o público. Com a música “Meu Sangue ferve por você”, os dois animaram a plateia e levaram os presentes a dançar e entrar no ritmo da 2ª Meia Maratona Caixa.

Além disso, o Desafio de Velocidade da 3LR despertou o olhar de muita gente. O objetivo era correr 30 metros o mais rápido possível e Handrei Silva resolveu encarar o desafio duas vezes. Na primeira vez, ao qual foi mais rápido, chegou a velocidade de 27.05km/h e se surpreendeu com a rapidez. “Eu sempre corri pela fundação e já tinha um gosto por isso. Agora, alcançar esta velocidade fiquei surpreso”, comemora.

A prova contou com os patrocínios da Caixa Econômica Federal, Rádio Eldorado, Anjo Química, Fátima Esportes e Saint Bier, com a parceria do Interclass Hotel, Flytour Turismo, Baschirotto Beneficiamento e Comércio de Frutas e o apoio da Diretoria de Trânsito e Transporte (DTT), do Corpo de Bombeiros, da Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (Famcri), da Fundação Municipal de Esportes de Criciúma (FME), do 28º Grupo de Artilharia de Criciúma (GAC) e da Polícia Militar de Santa Catarina.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.