Anúncio

Tenistas Top 10 são os destaques do 48º Banana Bowl

O primeiro dia do maior torneio de tênis da América Latina, o Banana Bowl, começou movimentado na Sociedade Recreativa Mampituba. Os primeiros jogos da chave principal da 48ª edição da competição já mostraram que os tenistas querem apresentar o seu melhor. No total, 48 jogos ocorreram nesta segunda-feira, 19, entre as chaves simples e duplas masculinas e femininas.

O gerente de esportes e eventos da Confederação Brasileira de Tênis (CBT) e diretor da categoria 18 anos do Banana Bowl, Eduardo Frick, ressalta que, neste ano, tenistas melhores ranqueados estão participando, o que aumenta o nível do torneio. “A nossa expectativa é grande, os jogos estão muito competitivos e bem disputados. Temos cinco brasileiros na chave principal que estão entre os 60 melhores do mundo no juvenil. É um momento muito especial, quem sabe podemos ter um brasileiro na final como no ano passado tivemos o Thiago Wild”, frisa.

Anúncio

Os principais atletas, os cabeças de chave, estreiam apenas nesta terça-feira, 20, e entre eles estão três Top 10.  No masculino, são dois: os argentinos Sebastian Baez (7º) e Juan Manuel Cerundolo (10º). Já no feminino, a colombiana Maria Camila Osorio Serrano (6º) é a única entre as 10 melhores do mundo. Participando pela segunda vez no Banana Bowl, sendo a primeira na categoria 18 anos, Baez acredita em bons resultados. “Minha expectativa é fazer o melhor possível. Sei que as condições são difíceis e não vai ser fácil ganhar todas as partidas, mas espero vencer ponto a ponto”, afirma.

Maria Camila conquistou três títulos desde o início de 2018. Se consagrou campeã de simples nos torneios 54th Coffee Bowl, Copa Barranquilla Capital de Vida e 38th Asuncion Bowl – esse no último fim de semana. Também em sua segunda participação no Banana Bowl, o objetivo é apenas um: vencer. “Eu quero ganhar. Esse é um torneio bem competitivo, mas espero que partida a partida eu consiga ganhar o título”, enfatiza a tenista.

Estrutura elogiada pela CBT

Para atender os atletas com mais praticidade e agilidade, a Sociedade Recreativa Mampituba realizou melhorias na estrutura priorizando a qualidade, tempo e bem-estar de cada jogador. Além disso, profissionais capacitados estão à disposição para atendimento em diversas áreas. Essas mudanças vêm recebendo elogios da Confederação Brasileira de Tênis (CBT) e também dos tenistas.

“A estrutura do Clube é fantástica. São seis quadras para jogos e mais seis quadras cobertas para treinos, vestiário, restaurante com refeições muito boas, transporte do hotel para o Clube. Os atletas ainda têm à disposição fisioterapeutas, podem utilizar a academia e piscinas. Isso é muito legal, o Clube sempre foi muito solicito e nós estamos muito satisfeitos”, destaca o diretor da categoria 18 anos do Banana Bowl, Eduardo Frick.

 

Colaboração: Assessoria de Imprensa SR Mampituba 

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.