Teatro para ensinar sobre cidadania

Foi o teatro a maneira mais didática, encontrada para ensinar a criançada a adquirir noções sobre cidadania. E de forma lúdica é que a contadora de histórias e escritora Jheine Rose Barreto Danielski junto com o Professor Fortulino, tem percorrido escolas de Forquilhinha para repassar aos alunos bons ensinamentos.

A história conta sobre uma missão destinada ao Professor Fortulino de levar a Câmara de Vereadores, cartas dos moradores da cidade de Araçá, o pedido para que ela ficasse ainda melhor. E assim o Professor Fortulino passou vários ensinamentos, sob o olhar atento dos pequenos da Escola de Educação Básica Gabriel Serafim. Encantando pela história, o aluno Erick Justino Antônio, oito anos, achou interessante tudo o que escutou. “Se cada um fizer a sua parte a cidade nossa cidade ficará cada dia melhor”, comentou.  Já Geovana Acordi da Luz, dez anos, disse ter gostado quando o professor disse que juntos podemos mudar o mundo para melhor.

Todo este envolvimento faz parte do projeto Estudante Cidadão, inserido no Programa Cidadania promovido pela da Câmara de Vereadores de Forquilhinha. De iniciativa do presidente do legislativo, Maciel da Soler (PMDB), está trabalhando o tema “A cidade que eu quero”.  “O objetivo é oportunizar as crianças a dizerem sobre a cidade que elas querem para o seu futuro, além de permitir uma aproximação entre elas, professor e Poder Legislativo”, explica o coordenador do Programa Cidadania, João Fábio da Conceição.

O projeto também integra um concurso divido em três categorias: desenho, frase e redação aos estudantes do 1º ao 5º ano.  Participam noves escolas sendo que os melhores de cada ano serão premiadas. O concurso será finalizado no dia 23 de novembro em solenidade especial.

O Programa Cidadania, ainda conta com os projetos Parlamento Jovem e Cinema na Câmara que ainda serão trabalhados no decorrer do ano.

 

 

 

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.