Suposto ganhador da Mega da Virada procura Procon após perder prazo para retirar prêmio

Ele afirmou que ainda não havia procurado a Caixa para receber o prêmio de R$ 162,6 milhões

Um apostador da Mega-Sena da Virada procurou o Procon de São Paulo nessa quinta-feira, dia 22, afirmando ser o vencedor do sorteio realizado em 31 de dezembro de 2020. Ele afirmou que ainda não havia procurado a Caixa para receber o prêmio de R$ 162,6 milhões.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

O órgão de defesa do consumidor disse que irá notificar a Caixa Econômica Federal para que o banco confirme a identidade do apostador. Os vencedores da Mega-Sena têm até 90 dias após a realização do sorteio para retirar o prêmio ou perdem o valor.

O vencedor que não se apresentou dentro do prazo previsto é da capital paulista e fez sua aposta pela internet. De acordo com o regulamento da loteria, os prêmios não resgatados são destinados ao Fundo de Financiamento do Ensino Superior (Fies).

Para o Procon de São Paulo, mesmo que o banco diga que o consumidor perdeu o prêmio por não ter retirado o valor dentro do prazo, é dever da instituição realizar o pagamento.

Em março, a Caixa foi notificada a identificar o apostador e fazer o pagamento, mas o banco informou que a obrigação de reclamar a premiação no prazo de 90 dias é do vencedor, e que o cadastro virtual não tem a finalidade de fazer a identificação, mas de verificar a qualificação do apostador (maioridade civil, CPF, etc.).

Segundo o banco, ainda que a aposta tenha sido realizada pela internet, assim como nas apostas em casas lotéricas, “a Caixa não grava, junto com a aposta, a identidade do apostador, independentemente do canal de venda”.

As informações são do jornal Agora.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.