Senta que lá vem história- Expressões usadas no nosso dia a dia têm origens na mitologia grega, conheça algumas delas

Você sabia que muitas das expressões que usamos hoje em dia têm a sua origem na mitologia grega? A Grécia Antiga é responsável por muitas das expressões populares que nasceram dos mitos e lendas. Heróis, deuses, ninfas, titãs, centauros e outras figuras fantásticas foram inventados há mais de três mil anos e continuam bem presentes nas nossas conversas, nos filmes ou na literatura. Aqui ficam alguns significados de expressões que vieram da mitologia grega.

 

 Bicho-de-sete-cabeças

Expressão usada muitas vezes para dizer a alguém que as dificuldades não são tão grandes como julga. Hera não era apenas a madrasta de Hércules, mas também, segundo uma lenda, sua babá. Apesar dessa conexão íntima, Hera tentou matar o bebê logo depois que ele nasceu. Hera nunca gostou dele por ser filho de Zeus, o principal deus da mitologia grega, e de Alcmena, uma simples mortal. Como não conseguiu matá-lo, ela usou os seus poderes para o enlouquecer momentaneamente, fazendo com que assassinasse os próprios filhos. Hércules teve então de cumprir 12 trabalhos perigosíssimos e praticamente impossíveis para os crimes serem perdoados.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

Matar a Hidra de Lerna foi apenas a segunda tarefa a ser-lhe atribuída. Era uma criatura de meter medo até aos mais valentes. Com corpo de dragão, tinha sete cabeças (em algumas versões nove cabeças) e vivia num pântano. E tão malcheirosa, que bastava um único bafo do seu hálito venenoso para matar qualquer mortal ou semideus, como é o caso de Hércules.

Como se não bastasse, de cada vez que ele cortava uma das cabeças, nascia outra no seu lugar. Ao ver que a estratégia não resultava, Hércules pediu ao sobrinho Lolau para queimar a parte arrancada com um pedaço de madeira em brasa, evitando que as cabeças voltassem a nascer. A última cabeça, considerada imortal, foi sepultada com uma enorme pedra por cima. E assim o bicho de sete cabeças foi derrotado.

E então surge aí a expressão que através dos 12 trabalhos de Hércules deram origem para designar aquelas tarefas que exigem um enorme esforço e nos dão muito trabalho a executar.

 

Calcanhar de Aquiles

Por mais forte que alguém seja, há sempre um ponto fraco que o torna frágil.

 

 

Carregar o mundo às costas

Usa-se essa expressão para descrever alguém sempre preocupado com os seus problemas e com os dos outros. Ou de quem tem muitas responsabilidades no trabalho, com a família ou com os amigos.

Atlas era um dos titãs e foi condenado por Zeus, após ter perdido a Guerra dos Titãs no Olimpo. Ele julgou que poderia alcançar o poder supremo e, juntamente com outros titãs, atacaram Olimpo, uma das mais altas montanhas da Grécia Antiga onde viviam os 12 deuses do panteão grego. Zeus e os seus aliados derrotaram-nos num estalar de dedos e, como era de se prever, castigou os revoltosos. O seu castigo foi ter que sustentar as colunas do céu sobre a Terra.

Uma curiosidade:  Hércules estava a caminho de realizar um dos seus 12 trabalhos, a tarefa era pegar as maçãs de ouro do jardim de Hespérides, filhas de Atlas. Porém, como não conseguia fazer isso sozinho, perguntou a Prometeu o que deveria fazer e então Prometeu disse que Hércules deveria perguntar a Atlas a respeito.

Portanto, Atlas, que já não queria mais segurar o céu, ofereceu-se para realizar a tarefa no lugar de Hércules e em troca Hércules deveria segurar o céu no seu lugar. Então Hércules aceitou, mas quando Atlas retornou com as maçãs, não aceitou assumir o lugar de Hércules e voltar a segurar o céu.

Então, Hércules, enganado por Atlas, fingiu que precisava de ajuda apenas para se equilibrar enquanto segurava o céu, e enquanto Atlas o ajudava a se equilibrar, Hércules aproveitou para escapar, devolvendo a árdua tarefa a Atlas. Outro detalhe é que Atlas tinha um ar cansado e preocupado, por isso usamos a expressão nesse contexto.

 

Caixa de Pandora

Aquilo que vai te deixar curioso, mas que é melhor não ser descoberto. Pandora foi a primeira mulher criada por Hefesto a mando de Zeus, como vingança à humanidade após Prometeu ter dado o fogo aos humanos.

Ela foi então enviada como presente de Zeus ao irmão de Prometeu, chamado Epimeteu. Apesar de Prometeu tentar alertar o irmão a respeito dos riscos de aceitar o presente, Epimeteu não o escutou.

Além disso, Pandora carregava consigo uma caixa que não deveria ser aberta jamais. Porém, curiosa, Pandora a abriu e libertou na terra todos os males que passaram a assolar a terra a partir daquele momento, dentre eles: a mentira, o ódio, o sofrimento, a dor, a ambição, as doenças, a guerra e outros.

Por fim, Pandora tentou fechar a caixa novamente, porém só havia restado dentro dela a esperança.

 

Voto de Minerva

 

 

Bancar o cupido

Também chamado de Eros na mitologia grega, Cupido era o deus do amor.

Filho de Afrodite (deusa do amor e da beleza) e de Ares (deus da guerra), ele também tinha um grande amor, que era a Psique, a alma humana.

Cupido andava com o seu arco e flecha à procura de uma vítima e a sua flechada fazia com que a pessoa atingida imediatamente se apaixonasse por outra.

 

Presente de Grego

Aquele presente que dá mais problema do que alegria para quem o recebe! A origem da expressão foi uma estratégia dos gregos para vencer a Guerra de Tróia.

Os gregos, fingindo terem aceitado a derrota, partiram em suas embarcações, deixando um grande cavalo de madeira para trás como presente pela vitória dos troianos.

Então, os troianos levaram o presente para dentro da cidade.

Mas durante a noite, o exército grego que se escondia dentro do grande cavalo, saiu dele, conquistando e destruindo Tróia.

Agradar a gregos e a troianos

Quando usamos essa expressão não se pode agradar a gregos e a troianos, significa que há sempre alguém descontente com uma decisão ou com algo que fizemos. É difícil contentar toda gente.

Helena é uma bela mulher com quem todos os homens queriam casar. Mas o coração dela já suspirava por Menelau, rei de Esparta, com quem vivia. Até um dia aparecer Páris, príncipe de Tróia. Assim que a viu, ficou doido de amor e, aproveitando uma das ausências do marido, raptou-a, levando-a para Tróia. Começava assim a guerra entre gregos e troianos, que duraria uma década.

Menelau convocou todos os príncipes, que reuniram os seus soldados e partiram em mais de mil navios atravessando o Mar Egeu até Tróia. Estavam em vantagem numérica, mas a cidade era impenetrável, com apenas uma entrada e cercada de altas muralhas. Durante dez anos, tentaram, tentaram, mas nem da ombreira passavam.

Decidiram usar então a esperteza. Uma das versões conta que um dos soldados gregos, Sínon, se deixa capturar e convence os troianos de que o seu povo quer fazer as pazes. Para demonstrar a boa vontade, gostariam de oferecer um gigante cavalo de madeira. Outra versão diz que, seguindo o plano de Ulisses, os soldados fingem regressar nos navios, deixando na praia um enorme cavalo de madeira.

Qualquer que seja a versão, o certo é que os troianos levaram consigo o estranho presente, sem nunca desconfiar que, no interior, se escondiam os soldados gregos. Uma vez dentro da cidade, eles esperaram o anoitecer para atacar e destruir Tróia. Menelau resgatou Helena e, desta última batalha, nasceu a expressão, com raiz na Grécia Antiga, “Não se pode agradar a gregos e a troianos”.

Toque de Midas

Expressão usada para se referir à capacidade de enriquecer rápido.

Midas, rei da Frígia, após libertar Sileno, o pai de criação de Dionísio (também chamado de Baco, deus do vinho) recebeu o dom de transformar tudo que tocava em ouro. Porém, se desesperou ao perceber que não poderia mais comer, nem beber e nem tocar em outra pessoa, pois tudo o que tocava virava ouro.

Inclusive a sua filha também uma vítima, sendo também transformada em ouro. Então, Midas implorou a Dionísio que lhe retirasse esse dom.

Por fim, Dionísio com toda a sua bondade aceitou e explicou a Midas que o efeito poderia ser revertido ao banhar em água corrente tudo o que ele havia transformado, e assim Midas o fez, podendo então abraçar novamente a sua filha.

 Interessante, não? Você já conhecia essas expressões? Obrigada pela leitura, me siga nas minhas redes sociais:
TikTok
Instagram
Twitter

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.